O monitoramento em diversas áreas é o segredo para obter um alto desempenho mas, a partir das mudanças advindas da transformação digital, o monitoramento de T.I., é um assunto que merece ainda mais atenção.

Monitorar a sua infraestrutura de T.I. significa acompanhar a realização de todas as tarefas e processos que envolvem a tecnologia da informação.

O monitoramento de T.I. tem a função de possibilitar a máxima eficiência e segurança de todos os serviços e equipamentos.

Não é preciso dizer que a área de T.I. tem papel estratégico na administração empresarial. Com a automação dos processos, esse setor passa a participar de praticamente todas as atividades das organizações.

E é por isso que o monitoramento da infraestrutura de T.I. é importante: por conta da garantia de segurança da comunicação e da eficácia das tarefas desempenhadas.

Nos últimos anos, a área de T.I. ganhou mais investimentos e sua infraestrutura tornou-se bem mais complexa dentro das empresas.

Consequentemente, houve um aumento da qualidade das tarefas sob responsabilidade deste setor, mas também surgiu uma dificuldade maior em manter todos os equipamentos e softwares funcionando com eficiência.

É aí que surge a necessidade do monitoramento de TI, pois se você adquire um software muito promissor, mas não monitora sua estabilidade e a segurança dos dados envolvidos, sua empresa terá problemas.

Nessa situação, sua expectativa em relação ao software adquirido provavelmente não será alcançada e o investimento poderá se tornar inútil.

Nos tópicos seguintes, vamos falar mais sobre monitoramento de TI. Vamos explicar o que é infraestrutura de TI e apresentar os modelos mais comuns para monitorá-la.

Além disso, você vai saber quais são as vantagens de adotar o monitoramento da infraestrutura de TI e vai ver algumas dicas para a implantação.

Infraestrutura de TI e os modelos de monitoramento

Podemos dizer que a infraestrutura de TI de uma empresa é composta por hardwares, softwares, redes e instalações.

Mas também são considerados parte dessa infraestrutura os equipamentos que proporcionam o desenvolvimento, o controle e o suporte das tarefas relacionadas à T.I..

Trata-se, portanto, de um conjunto bastante complexo e com inúmeras possibilidades de falhas.

Caso essas possibilidades se concretizem, podem causar um impacto muito negativo nas finanças da empresa.

Isso porque os processos internos das organizações estão em sua maioria condicionada ao bom funcionamento da estrutura de TI. Em resumo, se a TI para, a empresa toda para.

Por essa razão é fundamental o monitoramento da infraestrutura TI, ou seja, o acompanhamento do desempenho de todos os hardwares, softwares, redes e instalações.

Essa tarefa não é tão simples, porque as ferramentas tornam-se a cada dia mais complexas e o monitoramento precisa ser capaz de analisar tanto o desempenho das estruturas diretas quanto o das indiretas.

Por conta da grande variedade e especialidade dos recursos utilizados na área de TI, existem diferentes tipos de monitoramento, que podem ser escolhidos de acordo com as especificidades da empresa.

Os principais modelos são os seguintes:

  • Simples: é um sistema binário de monitoramento, que define um sinal para avisar se determinado serviço foi devidamente executado. Se a resposta for positiva, o sinal é o número 1, caso contrário, será o 0. Por ser uma avaliação sem aprofundamentos, esse tipo de monitoramento da infraestrutura de TI é muito pouco utilizado.
  • Por agentes: é mais complexo e consiste na instalação de um agente no sistema para monitorar dados, métricas e memórias. Sua principal vantagem é a personalização de acordo com as necessidades da empresa.
  • SNMP (Simple Network Management Protocol ou Protocolo Simples de Gerenciamento de Rede): é muito utilizado por empresas que terceirizam alguns serviços ou possuem diferentes fornecedores. Também é bastante complexo e tem uma linguagem compatível com vários sistemas operacionais. O monitoramento é realizado por um gerente que pode consultar ou solicitar alterações, gerando alerta.

Vantagens do monitoramento de TI

Se você busca o sucesso do seu negócio, não pode considerar natural ou corriqueira, a instabilidade ou a ineficiência da sua infraestrutura de TI.

É preciso ter em mente as consequências negativas do não monitoramento da infraestrutura de TI, a começar na própria experiência do cliente, que certamente será um dos primeiros fatores prejudicados.

Nos tópicos seguintes, vamos falar sobre algumas das principais vantagens do monitoramento de TI e, consequentemente, você ficará a par das desvantagens de não fazê-lo.

Monitore Grátis

Garantia de eficiência

Este é o benefício mais evidente do monitoramento de TI. Quando há qualquer alteração em sua infraestrutura de TI, o monitoramento é o caminho mais óbvio para verificar sua eficiência.

Havendo uma nova prática, ferramenta ou estratégia, o monitoramento permitirá uma solução ágil para as possíveis falhas detectadas.

Aumento da vida útil dos equipamentos

Os investimentos em tecnologia, cada vez mais necessários nas organizações, costumam ser bastante robustos e é preciso muito planejamento para calcular seus benefícios e o tempo necessário para o alcance do retorno esperado.

A vida útil é um fator muito importante a ser considerado quando há a aquisição de novos equipamentos. E ela pode ser prolongada com o monitoramento da infraestrutura de TI.

Por meio do monitoramento, o gestor define o melhor uso para os equipamentos, ferramentas e sistemas, além de detectar possíveis falhas antes que elas comprometam uma parte maior da infraestrutura.

Diminuição do downtime

Esse benefício tem tudo a ver com a questão da eficiência, já que o downtime corresponde aos intervalos de inatividade das redes e sistemas.

Quanto menor o downtime, maior será a eficiência.

O monitoramento da infraestrutura de TI permite que as possíveis falhas sejam detectadas e resolvidas em um curto espaço de tempo, diminuindo consideravelmente o downtime.

Diminuição de custos

Por necessitar de constantes investimentos e atualizações, o setor de TI é um dos mais caros para as empresas. Assim, uma das principais preocupações de um gerente de TI é encontrar estratégias de redução de custos.

O monitoramento é uma das mais eficientes estratégias para essa redução.

Quando há um aumento da eficiência e da vida útil dos recursos de TI, a necessidade de repará-los ou substituí-los é bem menos frequente.

Qual é a melhor forma de fazer o monitoramento de TI?

Com certeza, agora você já está consciente sobre a necessidade do monitoramento da infraestrutura de TI em sua empresa.

A seguir, vamos dar algumas dicas para te ajudar a implantá-lo.

Definição de métricas

Quando você define e acompanha periodicamente as métricas, o monitoramento de T.I. começa a mostrar seu potencial.

Com as métricas é possível identificar quais são os aspectos favoráveis e desfavoráveis dentro da sua estrutura de TI.

A partir dessa identificação, você visualiza possíveis falhas e toma decisões mais assertivas.

Geração de relatórios

A partir do acompanhamento das métricas, é importante que os resultados sejam materializados em relatórios periódicos, para que você consiga, posteriormente, fazer análises comparativas.

Quando você consegue visualizar facilmente um relatório e a solução que foi utilizada anteriormente, fica mais simples e rápida a resolução de falhas posteriores.

Dessa forma, é possível padronizar o monitoramento e melhorar os níveis de serviço.

Utilização de ferramentas que ajudam no monitoramento

Esta é a dica fundamental para fazer o monitoramento da infraestrutura de TI. A melhor forma de colocar essa rotina em prática é, claro, contar com um software especializado.

A Hosts.Green é uma excelente opção. Nosso software é o primeiro no Brasil em SaaS que monitora seus aplicativos na web, servidores, URL's e links com IP's dinâmicos ou fixos.

A ferramenta vai te ajudar no levantamento de dados referentes à performance da sua infraestrutura de TI, apontando as falhas e arquivando as informações geradas.

Alguns dos diferenciais da Hosts.Green são:

  • Integração com algumas das melhores ferramentas disponíveis no mercado;
  • Dashboard que oferecem total acompanhamento da sua operação, apresentando sua base de dados de monitoramento;
  • Notificações através de E-mail, SMS, Telegram e WhatsApp;
  • Agendamento de manutenção programada, com alertas personalizados;
  • Relatório de disponibilidade no formato de linha do tempo;
  • Monitoramento nos dias e horários específicos que sua empresa necessita.

Agora que você já sabe que a utilização da ferramenta adequada é fundamental para o seu monitoramento de TI, é hora de experimentar o aplicativo Hosts.Green. Clique aqui e teste gratuitamente!

Teste Hosts Green gratuito