Neste artigo, vamos falar sobre DNS, sua grande importância no mundo da tecnologia e como a decisão de monitorar o DNS pode fazer a diferença para sua empresa.

Se você já ouviu falar sobre a relevância de monitorar o DNS, mas não sabe ao certo o significado desta sigla, não se preocupe, pois vamos explicar o conceito também.

Em resumo, ao final da leitura deste artigo, você terá uma boa noção sobre servidores DNS e entenderá sua funcionalidade.

Fique atento aos próximos tópicos para saber o que é DNS, como ele ajuda no uso da Internet e como utilizá-lo.

O que é DNS?

A sigla DNS vem do inglês Domain Name System, ou seja, Sistema de Nomes de Domínios. Sua função primordial é traduzir os endereços de sites que são digitados nos navegadores para números de IP (Internet Protocol).

É um recurso distribuído para computadores e quaisquer recursos conectados à Internet que transforma os nomes de domínio em endereços IP.

O DNS nos permite memorizar apenas o nome de domínio do site que queremos acessar e não uma sequência numérica com vários algarismos, o que tornaria muito difícil a memorização.

Imagine ter que memorizar sequências numéricas para todos os sites que você costuma acessar diariamente. Seria bem mais difícil, certo?

Esse sistema de tradução possibilita que os sites criem nomes fáceis de serem memorizados, quase sempre relacionados ao nome da instituição ou empresa que representam.

Dessa forma, os internautas não têm dificuldade alguma quando precisam acessar qualquer página que desejem.

Se fosse necessário memorizar o endereço IP do servidor onde cada site está hospedado, seria muito mais complicado o acesso aos sites, pois uma única troca de números impediria a visualização do conteúdo desejado.

Além disso, nós conseguiríamos memorizar apenas algumas sequências numéricas, ou seja, teríamos acesso a bem menos sites do que temos quando pensamos nos nomes de domínio.

Por isso, o DNS tem papel fundamental e pelo mesmo motivo é importante pensar em formas de monitorá-lo.

Como funciona o DNS?

Sempre que você digita o nome de domínio da página que deseja acessar na barra de endereços do navegador, o DNS entra em ação localizando o endereço IP e fazendo a tradução.

Ou seja, ocorre uma transposição do nome de domínio que integra a URL para o endereço IP, sequência numérica, do servidor do site que você deseja acessar.

Por conta desta ação é possível acessar qualquer site da Internet por meio do nome de domínio.

Uma analogia interessante é a lista de contatos que temos em nossos celulares. Conseguimos localizar o contato e ligar para a pessoa apenas procurando por seu nome na lista. Não precisamos decorar a sequência numérica correspondente ao telefone de cada pessoa.

A correspondência entre o nome da pessoa e seu número de telefone é semelhante ao trabalho do DNS.

O endereço IP é único para cada servidor na Internet. Assim, cada nome de domínio só pode ser direcionado para um IP específico. Ou seja, não é possível existirem dois diferentes sites com URLs iguais.

Por isso, os servidores DNS estão espalhados pelo mundo com o objetivo de fazer a tradução dos endereços digitados para o número correspondente de IP.

E por isso também várias empresas se preocupam em monitorar o DNS para garantir que sua função esteja sendo cumprida com perfeição.

Gerenciamento de DNS

Existe uma coordenação global que tem a função de garantir o correto funcionamento do sistema de endereços IP e DNS.

Seu objetivo é evitar a atribuição de endereços IP de forma descentralizada e possibilitar que um único servidor ou equipamento em todo o mundo corresponda a cada endereço IP.

A responsável por esta coordenação é a ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers), que em português significa Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números.

Trata-se de uma organização sem fins lucrativos localizada nos Estados Unidos, cuja atribuição principal é manter todos os sites registrados e em pleno funcionamento.

A ICANN gerencia os nomes de domínios segundo uma hierarquia, sendo que a responsabilidade sobre cada domínio é atribuída de acordo com essa hierarquia.
De acordo com essa estrutura de nomes, podemos identificar, por exemplo, os domínios que contém o “.br” como correspondentes a sites brasileiros.

No Brasil, a NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) é a gerenciadora dos endereços de Internet.

Informações sobre domínios e consultas de endereços podem ser encontradas no site https://registro.br/. Atualmente, o Brasil conta com aproximadamente 4.135.400 domínios registrados.

Para o funcionamento satisfatório de todos esses sites, o DNS precisa estar em pleno funcionamento, daí a demanda dos responsáveis pelos sites por modos de monitorar DNS.

Monitore Grátis

Para que monitorar DNS?

Como você já sabe, o DNS é fundamental para o acesso aos tantos sites disponíveis na Internet. Então, é preciso garantir sua eficiência.

Por isso existe uma preocupação crescente em monitorar DNS. O objetivo é saber se sua tarefa está sendo cumprida a todo vapor ou se há algum problema.

Ainda que o servidor DNS seja essencial na utilização da internet, pode ser que ocorra alguma falha em seu funcionamento. Ao monitorar o DNS, conseguimos detectar essas possíveis falhas.

Se você detectar algum problema de conexão ou baixo desempenho do seu site, o primeiro passo para solucionar o problema é monitorar o DNS.

Caso detecte uma falha durante esse monitoramento, é possível modificar as configurações de DNS para contar com o melhor servidor.

Você pode fazer os testes de DNS com ferramentas como o namebench, desenvolvido pelo Google. Saiba como fazer isso clicando aqui.

Ao fim dos testes, você pode fazer uma reconfiguração de DNS, de acordo com os servidores que apresentarem melhor desempenho.

É importante refazer com frequência o teste de DNS para verificar se o seu desempenho está se mantendo. Essa frequência de verificação podemos dizer que é o ato de monitorar DNS.

Monitorar DNS para obter o melhor desempenho do servidor faz sentido principalmente quando sua empresa possui um site ou blog. E, mais ainda, se você trabalha com e-commerce.

Indiretamente, ao monitorar o DNS, você favorece a experiência do usuário do seu site, pois a navegabilidade fica melhor.

Consequentemente, o seu usuário fica mais satisfeito e isso coopera para a retenção e o relacionamento com o cliente, além, é claro, do aumento das vendas.

Considerações finais

Certamente, ao ler este artigo, você ficou a par da importância do DNS e de que ele não pode ser tratado como uma ferramenta invisível, ou seja, é importante monitorá-lo.

Com essa prática, você pode investir na melhoria da conexão de seu site e fidelizar seus usuários, além de conquistar outros possíveis clientes.

Enfim, ao monitorar DNS, você faz um investimento indireto na prosperidade de sua empresa. Se você se interessou pelo trabalho de tradução feito pelo servidor DNS, que tal ler o nosso artigo sobre domínio de site? Boa leitura e até o próximo artigo.

Teste Hosts Green gratuito