Imagina que bom seria ter uma máquina com recursos de hardware que elimina por completo as chances de erros e problemas técnicos. Esse aparelho já existe e se chama servidor dedicado.

Durante o texto, vamos explicar como ele funciona, quais suas vantagens e como escolher o melhor modelo. Confira a seguir.

O que é servidor dedicado

Os servidores são os computadores que armazenam os dados dos websites. Além de garantirem a segurança das informações, eles trabalham 24 horas por dia para manter todos os arquivos das páginas online.

Existem diferentes tipos de servidores, e no texto de hoje vamos falar, exclusivamente, sobre o servidor dedicado.

Quando você ouve a palavra “dedicação”, provavelmente vem na sua cabeça coisas relacionadas a esforço e sacrifício. O servidor dedicado segue essa linha de pensamento.

Ele possui recursos de processamento e armazenamento de dados de forma exclusiva para apenas um cliente. Isso quer dizer que só você utiliza aquele servidor, ao contrário do servidor compartilhado.

No compartilhado, a performance das páginas pode ser afetada, já que pode ser que vários sites ou aplicações compartilhem os recursos do mesmo servidor.

E quem deve ter um servidor dedicado? Qualquer pessoa que queira fortalecer seu site. Esse tipo de aparelho é ideal para páginas da web com vários acessos simultâneos e com aplicações que consomem muitos recursos.

Entretanto, é importante lembrar que ter um servidor de qualidade é essencial para qualquer pessoa que queira ter boa performance no site e gerar uma boa experiência aos usuários.

As principais vantagens

Existem vários motivos pelos quais você pode encontrar um site fora do ar. Entre os principais, estão os problemas técnicos de configuração e instabilidade do servidor.

Um servidor de qualidade garante alta performance e segurança. O servidor dedicado não perde a sua capacidade, mesmo com grandes picos de acesso.

Com boas campanhas de marketing digital, a tendência é que o site da sua empresa receba cada vez mais acessos.

Se houver, por exemplo, uma mega campanha que leva a um crescimento muito rápido de público, pode ser que seu servidor não dê conta de absorver o fluxo.

Quanto a esse e outros problemas, o servidor dedicado tem benefícios em relação a outros tipos de servidores. Ele possui, também, as seguintes vantagens:

  • Aumenta a segurança dos processos: ao ter o acesso exclusivo aos recursos do servidor, você diminui as chances de ter a sua segurança invadida por terceiros;
  • Dá mais autonomia à página: o servidor dedicado consegue, através do chamado acesso root, alterar e configurar o servidor da forma que quiser. Essa flexibilidade melhora, ainda, o desempenho do site;
  • Não trava com o aumento de acessos: o “travar” é uma das maiores reclamações de quem possui um servidor não-dedicado. O servidor dedicado evita esse incômodo (que é tanto para a empresa quanto para os visitantes);
  • Melhora o posicionamento nas buscas: as ferramentas de busca, como Google, levam em conta a velocidade de carregamento do site, interferindo no ranqueamento. Se o servidor for rápido, a chance aumenta de estar no topo das buscas.

Agora que você já sabe todos os prós de se ter um servidor dedicado, vamos mostrar quais são as opções desse servidor que estão disponíveis no mercado.

201917Jun_Hosts.green_ctablog

O que levar em conta na hora de escolher o servidor

Por ser um serviço um pouco mais caro em relação ao servidor compartilhado, é indicado que se pesquise bastante antes de escolher com qual deles você vai trabalhar.

Além de escolher entre os servidores exclusivos e os compartilhados, é preciso decidir qual modelo se adequa melhor ao que você pretende para o site.

Caso você já tenha batido o martelo pela opção do servidor dedicado, separamos alguns pontos que merecem atenção:

Estude antes de contratar o servidor

Como já mostramos anteriormente, o servidor dedicado possui diversas vantagens. Entretanto é preciso entender se ele vai, realmente, ser uma escolha assertiva.

Ao decidir pelo serviço, procure pesquisar os melhores servidores e os preços. Nem sempre a opção mais barata é a mais vantajosa.

Existem servidores que possuem recursos diferentes e que são voltados para tipos diferentes de usuários. Por isso, estude as possibilidades para poder escolher a melhor opção para o seu site.

Entenda o funcionamento e a necessidade de cada recurso

Antes de mais nada, é preciso lembrar que você deve ficar ciente de tudo o que o servidor realmente faz e tudo o que ele oferece de garantia.

Esse alinhamento de expectativas é indispensável até mesmo para saber a quem recorrer caso alguma falha aconteça

O hardware e o software precisam ser constantemente verificados.  Ao compreender cada função do equipamento, você consegue entender exatamente qual sua usabilidade no site, otimizando seu desempenho.

Dentro dos recursos, é importantíssimo lembrar de um fator: internet. A rede precisa estar sempre conectada para manter o software e o hardware funcionando. Por isso, fique atento a sua conexão.

Servidor dedicado gerenciado x Servidor dedicado não gerenciado

O modelo gerenciado é aquele que é trabalhado em conjunto com a hospedagem dedicada. Dessa forma, ele oferece recursos exclusivos sem abrir mão do gerenciamento do provedor de hospedagem.

Ele é ideal para quem deseja mais praticidade, pois, já que a hospedagem faz parte do pacote, não é preciso se preocupar tanto com as áreas mais administrativas do servidor.

Já com o servidor dedicado não gerenciado, você fica responsável pelo gerenciamento do servidor, através dos acessos das linhas de comando.

Essa opção é mais indicada para aquelas pessoas ou empresas com mais experiência na área, com conhecimento técnico mais desenvolvido. Para esse grupo, as opções mais comuns são:

Servidor dedicado Linux

Os Sistemas Operacionais Linux utilizam-se do Apache. O sistema do servidor não interfere no que o usuário consegue rodar no computador, mas cada modelo possui suas características.

Isso quer dizer que se o seu servidor for Linux, ele consegue, sim, rodar no computador do usuário que possui um  sistema operacional da Microsoft ou um iOS, por exemplo.

O sistema operacional Linux é o chamado open source. Os planos também são mais baratos, em comparação com o Windows. Entretanto, para utilizá-lo é preciso já ter um serviço de hospedagem de sites.

Ele é muito utilizado para quem possui o WordPress ou trabalha muito com HTML. A linguagem de PHP também funciona melhor nesse servidor.

Servidor dedicado Windows

Esse sistema utiliza o software IIS, da Microsoft. Apesar de ser um pouco mais caro, ele possui a vantagem de rodar sistemas operacionais que não rodam no Linux.

Linguagens como Microsoft Exchange, Share Point, Asp.NET e C# só rodam no Windows. Ajax, Java, JavaScript e Python rodam em ambos os programas.

É comum que empresas maiores utilizem os dois servidores, a fim de atingir o maior número de clientes.

Caso você queira escolher apenas um, pense de acordo com o site ou com a aplicação que você deseja rodar. Depois de saber tudo sobre servidor dedicado, você conseguirá escolher de forma bastante assertiva. E se quiser entender ainda mais sobre tecnologia, leia nosso texto sobre como resolver problemas com o DNS.

201917Jun_Hosts.green_ctablog_v2