O que é proxy e porque sua empresa deveria utilizá-lo
Segurança

O que é proxy e porque sua empresa deveria utilizá-lo

Abraão Almeida
Abraão Almeida

Com certeza você já ouviu ou leu algo sobre proxy. Este é um termo bem comum na área de tecnologia da informação, principalmente quando se fala em redes. Mas como muita gente confunde sua definição, nós vamos te perguntar: você realmente sabe o que é proxy?

Se você não tem a menor ideia ou se você acredita que conhece o conceito, mas tem dúvidas, não se preocupe. O termo realmente é muito confundido, principalmente com VPN.

Isso acontece porque tanto o proxy quanto o VPN servem para evitar que o seu IP seja identificado na internet.

Mas a semelhança para por aí, porque eles atuam de maneiras diferentes. E essa diferença é uma das dúvidas que vamos esclarecer neste artigo.

Além disso, se você fizer a leitura deste texto até o fim, vai saber o que é proxy e para que ele serve, além das diferenças entre proxy e proxy reverso e entre proxy pago e proxy gratuito.

Vamos lá?

O que é Proxy?

Se você não sabe o que é proxy, pode começar começar a entendê-lo como o responsável por receber e repassar as requisições do usuário ao site que ele está acessando.

Trata-se, portanto, de um serviço que funciona como intermediário entre o usuário e a internet.

Nesse processo, o site acessado recebe as informações sobre a identificação do proxy e não do usuário, cuja identidade não fica exposta na rede, evitando que o usuário seja rastreado.

Existem diversos tipos de proxy, como, por exemplo, os de servidores de empresas, que centralizam a conexão de todos os computadores utilizados pelos colaboradores.

Nesse caso, o acesso a internet por todos os colaboradores conectados à empresa é feito por único endereço IP, para a agilização da conexão.

Outro tipo de proxy são os web proxies. Eles são programas que mascaram o IP do usuário, muito utilizados por quem pretende navegar anonimamente na internet ou utilizar produtos e serviços de outras regiões.

O proxy pode ser pensado tanto como um servidor quanto como uma aplicação de software e é bastante útil para o controle da navegação dos usuários na rede.

Infográfico 8 dicas para melhorar os resultados do seu site

Você pode utilizá-lo, por exemplo, para aplicar regras de acesso à internet no ambiente de trabalho.

Para que serve o proxy?

Agora que você entendeu o que é proxy, é importante pensar em suas funcionalidades, ou seja, para que ele pode ser utilizado.

Como o proxy impede que a sua identidade seja exposta, podemos dizer que ele serve para impedir sites maliciosos de infectar a sua rede.

Além disso, o proxy também guarda cópias das páginas mais acessadas, tornando a navegação mais rápida e economizando a banda larga.

Alguns proxies também contam com o recurso da navegação anônima que, como vimos, pode ser usado para acessar serviços de outras regiões.

Veja abaixo uma lista das principais funcionalidades do proxy:

  • Possibilitar uma navegação mais segura;
  • Economizar a banda larga;
  • Controlar a navegação dos usuários;
  • Bloquear sites que não devem ser utilizados em determinados contextos;
  • Armazenar as páginas mais acessadas;
  • Possibilitar as navegações anônimas;
  • Agilizar a navegação.

Qual é a diferença entre proxy e proxy reverso?

Já sabemos o que é proxy. Mas o que é proxy reverso? Na verdade, o proxy reverso é utilizado pelos servidores da web para melhorar a acessibilidade dos sites.

Assim, ele se localiza entre o usuário e o servidor da web e funciona no sentido de melhorar a velocidade de carregamento das páginas.

Essa possibilidade de incremento na velocidade é cada vez mais importante, pois se o usuário detectar uma demora no carregamento da página provavelmente irá optar por buscar o que precisa em outro site.

Nesse sentido, podemos dizer que as empresas podem usar o proxy reverso para firmar a sua presença na internet.

Tanto o proxy quanto o proxy reverso atuam como intermediários no acesso aos recursos da web, estando o primeiro do lado do usuário e o segundo do lado do servidor da web, ou empresa.

Então, no caso do proxy reverso, ele proporciona melhor desempenho e maior segurança para o servidor web. Veja abaixo suas principais funcionalidades:

  • Balanceamento de carga: ele distribui a carga das solicitações de acesso a determinado recurso na web entre vários servidores, permitindo que muitos usuários acessem o recurso rapidamente;
  • Segurança: as solicitações de acesso são roteadas para o proxy reverso e não diretamente para o servidor da web. Assim o IP do servidor não fica exposto;
  • Cache: assim como acontece com o proxy direto, o proxy reverso também pode memorizar as páginas mais solicitadas para melhorar a experiência do usuário.

Sendo assim, mesmo com funcionalidades bastante semelhantes, podemos diferenciar o proxy do proxy reverso.

Essa diferenciação está principalmente no fato de que o proxy reverso atua do lado do servidor da web enquanto o proxy atua do lado do usuário.

Proxy pago ou proxy gratuito? Qual escolher?

Existem versões gratuitas e pagas do serviço de proxy. Essas últimas são mais seguras porque sua procedência é mais clara e elas são produzidas por empresas confiáveis e especializadas.

Já as versões gratuitas são muito vulneráveis a ataques devido à falta de recursos para a manutenção de hardware, software e pessoal.

Sendo assim, a qualidade do serviço fica comprometida e, caso opte por um serviço de proxy gratuito, você poderá ter o efeito contrário ao desejado com relação à segurança da navegação na web.

Isso significa que seus dados podem ser fornecidos a terceiros sem que você saiba e, então, você terá que enfrentar todas as consequências da exposição desses dados.

Alguns serviços de proxy são gratuitos exatamente porque são usados por cibercriminosos para cometerem crimes cibernéticos utilizando os seus dados.

Portanto, podemos afirmar que os serviços de proxy pagos são mais confiáveis. Então, faça sempre uma pesquisa detalhada antes de escolher o seu proxy e dê preferência aos pagos.

Qual é a diferença entre proxy e VPN?

Proxy e VPN não são a mesma coisa, ainda que ambos tenham a função de proteger a identidade do usuário em suas navegações.

A principal diferença é que a VPN (Virtual Private Network) produz uma rede virtual privada criptografada para resguardar totalmente os dados entre o usuário e o servidor VPN.

Já o proxy não criptografa nada. Ele é apenas um intermediário entre o usuário e a internet.

Por essa razão, muitas vezes, os usuários optam pela utilização de vários proxies para obter uma navegação que realmente seja anônima.

Nesse caso, cada servidor esconde o IP do servidor anterior e isso torna mais difícil um possível rastreio do usuário.

Se depois de saber o que é proxy você também quer entender melhor o conceito de VPN para comparar as duas opções, basta acessar nosso artigo sobre VPN. Boa leitura e até a próxima!

Teste Hosts Green gratuito


Junte-se à conversa.