Você acaba de ter uma ideia maravilhosa para um negócio e decide criar um site para vender seu produto ou serviço. Mas, se não tiver em mente o que é interface, pode ser que seus planos sejam frustrados.

Isso porque uma página deve ser desenhada para proporcionar a melhor experiência ao usuário. Assim, ele não terá dificuldades em navegar por ela ou entender o que você oferece.

Se você ainda não compreende muito bem o que é interface ou deseja saber como ela pode deixar seu site mais atrativo, continue a leitura e ganhe mais conhecimentos para gerir seu negócio!

O que é interface?

Ao criar um site, não basta apenas pensar em todas as informações que serão disponibilizadas; você deve ir além e considerar como isso será feito, priorizando a percepção do usuário.

Isso ocorre através da interface. Um dos significados de interface no dicionário Aulete é “meio de que dispõe o usuário para interagir com um programa ou sistema operacional”. Ela permite:

  • que o usuário controle em efetivo as ações a máquina;
  • que o usuário receba respostas da máquina que possibilitem saber se ele está interagindo corretamente e como deve seguir nessa interação.

A interface então é o conjunto de elementos que permitem ao usuário realizar ações nesse site que está visitando. Por isso, ela engloba elementos de identificação, navegação, ação e conteúdo.

Os componentes que serão integrados na interface devem ser pensados visando causar um efeito sobre o usuário, tendo um propósito para serem disponibilizados.

O que vai definir esse propósito é seu objetivo. Se ele é, inicialmente, apenas se fazer conhecer, assegure que o usuário saiba quem você é assim que acessar seu site.

Veja: um estudo do Google apontou redução de 9% no tempo médio gasto por pessoa em sites. A métrica caiu de 4min30 para 4min, o que indica a forte necessidade de seu site ser objetivo.

Existe ainda outro fator-chave para a interface: uma pesquisa do IBGE indicou um aumento de 94,6% (2016) para 97% (2017) de pessoas que acessaram a internet através do celular.

Já o percentual dos que utilizaram computador para acessar a internet caiu de 63,7% para 56,6%. Houve queda também no uso do tablet para esse fim (de 16,4% para 14,3%).

Esses dados do IBGE demonstram a importância de se pensar a interface como algo primordial na construção de sua página e também a relevância de o site ser responsivo.

Uma página bem delineada atrai o visitante e o faz permanecer nesse conteúdo. E, se ela é responsiva, vai se adaptar ao formato do celular ou tablet, o que deixa o site do seu negócio bem posicionado nos mecanismos de busca.

Além de saber o que é interface, é interessante pensar em alguns pontos para estruturar seu site. Veja-os a seguir.

Como devo estruturar meu site?

Para estruturar seu site, você deve ter em mente o que Jakob Nielsen estabeleceu como postulados da usabilidade.

Deixe claro o propósito do site

Esse item corresponde ao fato de que o site deve explicar a quem pertence e o que permite que o usuário faça. Isso deve ser feito de forma simples, rápida e objetiva.

A boa escolha de um URL, por exemplo, pode fazer parte desse processo, já que é a primeira impressão que o visitante terá do seu site.

Veja o que é URL e quais são as suas partes principais clicando aqui.

Ajude os usuários a encontrar aquilo de que eles precisam

É terrível quando nós temos uma necessidade, fazemos uma pesquisa na internet e simplesmente não encontramos nada que nos ajude, não é mesmo?

Agora imagine se essa pessoa que tem uma demanda real é seu cliente potencial. Ele precisa encontrar você. Por isso, você deve otimizar o seu site, usando técnicas e ferramentas para que ele fique bem posicionado nas buscas.

Além disso, nada de sites extremamente complicados ou que o usuário não saiba nem onde fazer uma busca, por exemplo. Conforme já ressaltamos, preze a clareza e a objetividade.

Exponha bem o conteúdo do site

Com certeza ficamos desanimados quando entramos em um site e simplesmente não conseguimos entender a que ele se relaciona ou o que oferece. Como consequência, buscamos outra página.

Por isso, é muito importante que os textos do seu site sejam dispostos de forma clara, com títulos de fácil compreensão e links para outros conteúdos internos, facilitando a navegação.

É interessante ainda que você mapeie as visitas ao seu site para que visualize quais conteúdos foram mais acessados e quais os mais buscados na internet. Assim, terá uma boa ideia sobre em que seus potenciais clientes têm mais interesse.

Use o design para melhorar, e não para definir a interação do site

Não adianta pensar em mil e uma ferramentas ou em elementos gráficos variados se o usuário, no fim, não consegue navegar com fluidez ou não entende o seu negócio.

Use os elementos gráficos a favor do seu site, como ferramentas que auxiliem a atingir seus objetivos. Afinal, seu visitante é o seu cliente.

Agora que você viu o que é interface e alguns aspectos que devem ser considerados ao desenvolvê-la, veja algumas dicas rápidas para que sua interface seja mais atrativa, gerando um público maior.

5 dicas rápidas para criar uma boa interface

1. Conheça seu público

Não adianta pensar em designs mirabolantes ou estilos que estão na moda se seu público não tiver o perfil adequado para navegar. Uma boa dica é definir uma persona.

2. Fale a língua do seu usuário

Com a persona do seu negócio definida, é possível estabelecer como você pretende se comunicar com ela: formal ou informalmente? Quais termos você pode usar? Uma linguagem técnica será efetiva?

3. Dê feedback

O usuário precisa sentir que seu site se comunica com ele, e isso é possível através de feedbacks. Mensagens simples ou indicações visuais mostram ao usuário se as ações dele resultaram no esperado.

4. Mantenha a simplicidade

Ao pensar na sua interface, questione se o acréscimo de um elemento (como um botão) é realmente necessário ou se você está adicionando devido a um gosto pessoal seu. Na maioria das vezes, a simplicidade é a melhor estratégia que você pode adotar.

5. Transmita segurança

O usuário precisa se sentir seguro ao navegar por seu site. Por isso, remova elementos sem um uso claro ou ofereça ferramentas para voltar a um estado anterior da navegação.

Além disso, teste sempre sua interface para mapear possíveis erros, evitando que problemas ocorram com o usuário final.

Uma boa interface me ajuda a ter mais clientes?

A resposta é: com certeza! Você deve pensar na jornada do cliente, que vai desde o momento em que ele tem uma dúvida/necessidade até quando efetiva a compra do produto/serviço.

Ao ter uma necessidade, o cliente faz uma busca por palavras-chave. O objetivo dele é encontrar páginas que o auxiliem em sua demanda, quem sabe até oferecendo uma solução.

É aí que uma boa interface faz a diferença!

Conforme já dissemos aqui neste artigo, se o usuário fica perdido no seu site, não entende como ele funciona nem consegue navegar com fluidez, ele provavelmente fechará a guia e buscará uma nova página.

Ou seja, mesmo que você tenha a solução para o problema dele, se não souber conduzir o processo, oferecendo um nível agradável de navegabilidade, perderá o cliente em potencial.

Mas o contrário também ocorre. Ao otimizar sua página e disponibilizar uma interface bem delineada, você com certeza será encontrado e poderá converter seus visitantes em clientes.

Assim, mais do que saber o que é interface, você precisa ter foco no cliente, no que ele está buscando e como pode atender essa necessidade. Estamos falando da experiência do usuário. Quer saber mais sobre ela para desenvolver interfaces cada vez melhores? Então acesse nosso artigo: Experiência do usuário (UX): por que é importante para o seu site.