Que é importante que um negócio tenha seu próprio site você provavelmente já sabe. O que você talvez não saiba é como criar um site para o seu negócio.

Antigamente, era muito custoso criar um site, pois era preciso contratar um desenvolvedor que entendesse a linguagem de HTML, CSS, etc. para montar o site.

No entanto, hoje em dia, criar seu próprio site é mais fácil do que você imagina. E esse processo é (quase) gratuito.

Deixa eu explicar: o domínio do seu site (onde fica seu site.com.br) é pago e a hospedagem dele na internet também. Esses são dois gastos que não tem como fugir.

No entanto, a montagem do site pode ser feita de maneira totalmente gratuita através de uma plataforma de criação de sites (que veremos a seguir).

Então vamos lá. Para saber como criar um site, continue a leitura e siga os nossos quatro passos essenciais para a criação de websites!

Etapa 1: escolha uma plataforma de criação de sites

Se você deseja criar um site que seja funcional e pareça profissional, a maneira mais fácil é usar uma plataforma de criação de sites.

O que é uma plataforma de criação de sites?

Como já dissemos acima, há mais de uma década, era precisa saber programar (HTML, CSS, etc.) para criar um site. Essa necessidade de programação é o que dá às pessoas a impressão de que criar seu próprio site é realmente difícil e algo que só deve ser feito por designers profissionais.

No entanto, uma plataforma de criação de sites pode ser usada para criar e personalizar facilmente um site sem precisar usar código.

Uma plataforma de criação de website é um software que faz todo o trabalho complexo de codificação para você, portanto, você não precisa aprender como criar um website a partir do zero com o código.

Ele permite que você crie e edite um site através de seu navegador da Internet, altere seu design e layout com o clique de um botão e crie páginas e postagens usando um editor simples que seja semelhante aos editores de texto mais comuns.

Embora existam literalmente centenas de plataformas de criação de sites, de longe a plataforma mais popular é o WordPress. O WordPress foi lançado pela primeira vez em 2003 como uma plataforma simples para criar um blog.

Desde então, cresceu e se tornou a plataforma de construção de sites mais popular do mundo, com mais de 60 milhões de usuários.

Hoje em dia, já existem subprodutos que surgiram do WordPress, como é o caso da WPengine, uma plataforma focada em oferecer uma experiência melhor através do WordPress.

201917Jun_Hosts.green_ctablog_v4

O WordPress é muito utilizado por 3 motivos:

  1. É grátis
    O WordPress é conhecido como "software de código aberto", o que significa que é livre para usar e personalizar.
  2. É fácil para iniciantes
    Você pode ter um site simples instalado e funcionando em poucos minutos, escolhendo entre milhares de modelos pré-criados e usando recursos simples de edição de copiar e colar. Nenhuma codificação necessária.
  3. É personalizável
    Se você está procurando criar um site de negócios, um site de portfólio para mostrar seu trabalho, um blog, uma loja online ou qualquer outro tipo de site, o WordPress é fácil de personalizar para as suas necessidades.

Outras duas opções gratuitas para a montagem do seu site é a plataforma Wix e a GoDaddy, ambas bastante intuitivas, gratuitas e personalizáveis, assim como o WordPress.

tapa 2: escolha um domínio e hospedagem na Web

Para configurar seu site, você precisa de duas coisas: um domínio (um endereço da web como seuwebsite.com; e uma Hospedagem na web (o serviço que coloca seu site na Internet).

É nesse ponto que é preciso investir para ter o seu site, pois você precisa comprar um domínio e escolher um pacote de hospedagem de site para o seu.

Se você tem alguma ideia do nome do domínio (exemplo: seusite.com), acesse registro.br e registre o domínio que você escolheu. Caso ele não esteja mais disponível, use a criatividade para encontrar seu domínio ideal.

Outra opção para registro de domínio é o EuroDNS, que permite registros fora do Brasil.

Depois de fazer isso, é preciso hospedar seu site em algum serviço de hospedagem. Para isso, existem opções gratuitas e pagas, sendo que as pagas trazem uma estabilidade maior para o seu site (que evita que ele saia do ar).

Pesquisa e descubra o que vale a pena para você. Algumas opções para hospedagem de sites são: GoDaddy, HostGator, RedeHost, KingHost, entre outros.

Etapa 3: personalize seu site

Dentro da plataforma de criação de sites que você escolheu, você precisará deixar seu site do jeito que imaginou. Isso pode levar algum tempo, mas no final, valerá a pena.

Se você está criando um site para e-commerce precisa de vários CTAs para compra, por exemplo. Se seu site é para divulgar seu trabalho como fotógrafo, precisa de muitas imagens e apelo visual, além de um link para orçamentos.

Tudo isso deve ser levado em consideração na hora de personalizar seu site. É preciso pensar nas particularidades do seu negócio e montar o site pensando nelas.

Na hora de criar seu site, considere sempre a experiência que o usuário terá ao navegar por ele.

Etapa 4: fique atento à performance do seu site

A performance do seu site é um fator importante para que ele seja encontrado pelo seu público.

Ele deve ser ser adaptável a dispositivos móveis, ser encontrado em motores de busca como o Google e deve permanecer no ar sem instabilidades.

Se seu site ficar “saindo do ar” o próprio Google vai penalizá-lo na hora de hora de mostrar seu site como resultado de pesquisa.

Por isso, é importante saber se seu site está performando bem (se tem uma boa autoridade de domínio, se tem um bom tempo de carregamento, se tem bons links de referência, etc.). Para monitorar seu website, acesse o Hosts.green.

Lembre-se que não basta saber como criar um site e criá-lo, é preciso estar sempre otimizando seu site e melhorando a experiência do usuário. Entenda porque é tão importante fazer esse monitoramento clicando aqui.

201917Jun_Hosts.green_ctablog_v3