Na gestão de TI, existem duas metodologias que são muito utilizadas: ITIL e COBIT. Geralmente, os profissionais dessa área utilizam uma ou outra, mas, juntas, elas podem melhorar ainda mais os processos tecnológicos da sua empresa.

Dessa forma, as duas podem ser complementares na gestão de TI, apresentando características diferentes que, unidas, beneficiam a governança dessa área.

Por isso, neste artigo, vamos explicar melhor o que é ITIL e COBIT, as suas principais diferenças e por que utilizar as duas no seu negócio. Acompanhe a leitura!

O que é a ITIL?

Para entender ITIL e COBIT é importante conhecer cada um separadamente.

A Biblioteca ITIL (Information Technology Infrastructure Library) que, em português, significa Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação, indica boas práticas que devem ser feitas no ambiente de TI, sendo relacionadas a questões como a manutenção, operação e infraestrutura.

Desse modo, ela consegue cuidar da implementação e gerenciamento dos serviços de TI de uma empresa, identificando os processos dessa área e alinhando os serviços com as suas necessidades.

A ITIL consegue reduzir os custos de uma empresa ao fornecer maior eficiência no suporte e nas atividades de TI. Além disso, ainda aumenta a receita do seu negócio ao criar projetos que sejam focados no atendimento e na estratégia da empresa.

Ao oferecer alta qualidade dos serviços, cumprindo as expectativas dos clientes, a ITIL também consegue fortalecer o relacionamento entre o cliente e a empresa. Ou seja, essa metodologia é capaz de trazer diferentes benefícios para a sua organização.

Mas, na prática, como isso funciona? Para você entender melhor a biblioteca ITIL, separamos os tipos de ocorrência que ela prega e, assim, aprimora os serviços de TI.

Incidente

Um incidente acontece quando um serviço não está agindo dentro do padrão, interrompendo a qualidade do serviço. Ou seja, pode ser desde uma conexão lenta até uma falha na impressão de um documento na impressora.

Desse modo, o gerenciamento de incidente pode ser acionado, possibilitando que o serviço seja normalizado e os impactos devido à falha sejam minimizados.

Acesso

Já o acesso está relacionado à permissão ou não de funcionalidades e acessos aos usuários. Com isso, apenas as pessoas devidamente autorizadas possam executar determinadas tarefas, acessar e ler dados, fazer alterações e exclusões de tarefas.

Sendo assim, essa ocorrência garante a disponibilidade e integridade não apenas dos dados como também dos ativos da sua empresa.

Problema

Um problema é um fator que causa um ou mais incidentes. Ou seja, quando um incidente acontece, é necessário descobrir o que o originou, logo, o seu problema.

Ao combater o problema, o time de TI consegue evitar que novos incidentes aconteçam pelo mesmo motivo.

Evento

Enquanto isso, um evento se caracteriza como qualquer mudança relevante em relação aos serviços de TI, como uma lentidão no sistema ou apenas o login do usuário.

Nesse sentido, o gerenciamento de evento cuida de todo o ciclo de um evento, como o momento em que foi detectado, o entendimento do que ele é e a determinação do que deve ser feito com ele.

Requisição de serviço

Por último, temos a requisição de serviço, que não se relaciona a falhas no ambiente de TI, mas aos atendimentos de rotina da equipe.

Por exemplo, quando um usuário pede o auxílio de um profissional de TI, isso é caracterizado como uma requisição de serviço, que pode englobar desde a criação de um e-mail até o pedido de um novo relatório.

Então, a partir desses tipos de ocorrências, a biblioteca ITIL permite que o ambiente de TI se torne mais organizado e otimizado, antecipando a solução de impactos negativos e mantendo a qualidade dos serviços.

O que é COBIT?

Já o COBIT (Control Objectives for Information and related Technology), que significa Objetivos de Controle de Informação e Tecnologia Relacionada,  está mais relacionado às orientações quanto às necessidades da empresa, incluindo os ativos e os recursos do ambiente de TI.

Portanto, é um modelo de controle que tem como objetivo garantir a integridade do Sistema de Informação. Nesse sentido, ele também consegue oferecer a qualidade e a confiabilidade dos sistemas.

De modo geral, o COBIT está relacionado ao controle da informação, envolvendo tanto o planejamento quanto o monitoramento dos resultados.

Então, ele descreve os processos e estabelece os objetivos do controle, que variam conforme a necessidade da empresa. Com isso, o COBIT une questões técnicas, os riscos comerciais e as exigências do controle.

Sendo assim, essa metodologia tem como objetivo melhorar as práticas de governança e alinhá-las às metas da empresa, possibilitando que os gestores usufruam de um guia de boas práticas que auxiliam em diversos pontos, como a delegação de tarefas e a análise da qualidade dos processos.

De modo geral, o COBIT promove:

  • Melhoria na segurança da informação;
  • Otimização dos investimentos de TI;
  • Criação de uma linguagem comum entre todos os envolvidos nos processos;
  • Aumento da eficiência de TI.

A seguir, você vai entender como ITIL e COBIT se diferenciam e se complementam.

Por que usar ITIL e COBIT?

Como você pôde perceber, ITIL e COBIT conseguem oferecer diversos benefícios para as empresas. Então, unidos, eles se complementam e auxiliam na melhor governança do ambiente do TI.

Isso porque, enquanto a ITIL descreve detalhadamente as áreas de TI relacionadas aos serviços oferecidos pela empresa, o COBIT mostra quais são os princípios que devem nortear o negócio com base em suas necessidades.

Basicamente, o COBIT mostra como a sua empresa deve se portar em relação ao ambiente de TI, enquanto a ITIL indica como fazê-lo.

Unidas, ITIL e COBIT confluem em um ambiente de TI mais bem preparado para lidar com eventuais adversidades, garantindo a segurança e controle das informações.

Desse modo, é importante que, em vez de selecionar um ou outro, você veja as vantagens de cada um para a sua empresa e, assim, decida adotá-los e juntá-los para usufruir dos benefícios que eles oferecem.

Portanto, vale a pena usar ITIL e COBIT e, assim, aprimorar ainda mais a gerência do ambiente de TI da sua empresa. Outro assunto que consideramos relevante é o Comando Telnet. Para entender melhor a sua importância, confira o artigo sobre o assunto!