Você já ouviu falar sobre o comando Telnet ou precisou executá-lo? No artigo de hoje vamos explicar esse conceito e trazer um passo a passo para sua execução.

Ainda que pareça algo novo, o comando Telnet é um protocolo criado há cerca de 50 anos e hoje proporciona a interface de terminais e de aplicações através da internet.

Desenvolvido pelas forças armadas americanas, inicialmente sua função era a de transmitir dados entre as bases militares.

Hoje, os dados transmitidos pelo Telnet são codificados por um software específico, que permite a utilização de diversas portas a serem definidas pelo usuário.

Mas o que vem a ser uma porta? Quando se pensa no contexto das redes de computadores, porta é um software de aplicação ou processo específico que funciona como ponto final de comunicações no sistema operacional hospedeiro de um computador.

Cada porta é associada ao endereço IP do hospedeiro e ao tipo de protocolo utilizado para a comunicação.

As portas servem para proporcionar singularidade na identificação de aplicações e processos de um computador específico, possibilitando o compartilhamento de uma única conexão física com uma rede como a internet.

Pode-se dizer que o comando Telnet proporciona a emulação de um terminal a distância, ou seja, com ele é possível executar comandos escritos no teclado de um computador remotamente.

Assim, o operador do computador que vai receber os dados deve combinar com seu correspondente qual será a porta de passagem para que o sistema funcione.

Nos parágrafos a seguir, vamos falar um pouco mais sobre esse protocolo e sua funcionalidade.

O que é comando Telnet?

Como dito anteriormente, o comando Telnet permite a configuração do servidor de um computador remoto para a execução de comandos escritos.

Nesse caso, há a sensação de que se está trabalhando no computador remoto, pois é ele quem envia os dados.

Quando se fala que o comando Telnet é baseado em um protocolo, o que se quer dizer é que esse comando tem como princípios uma série de procedimentos e regras que são definidos para padronizar a comunicação.

Por essa razão, ele é compatível e pode ser executado em diversas plataformas.

Para garantir a segurança na utilização do comando Telnet, no momento da conexão com o computador remoto, são solicitados uma senha e um nome de usuário, para que somente pessoas autorizadas tenham acesso ao mesmo.

Com esses dados, é possível tornar-se um usuário regular do computador remoto e ter acesso a todas as informações e programas instalados no mesmo.

Para que essa conexão com o computador remoto seja estabelecida, instala-se um software no computador que vai solicitar o acesso remoto a um outro.

O usuário deste software envia, então, a solicitação de acesso ao computador remoto e o servidor responde com a solicitação de login e senha.

Para que seu login e senha sejam aceitos, é preciso que você tenha configurado anteriormente uma conta no computador remoto.

Assim, o cliente Telnet estabelece uma conexão com o host remoto e seu computador passa a atuar como um terminal virtual.

Quando a sessão de trabalho remoto é iniciada tudo o que é digitado é enviado para o computador remoto. É como se o computador onde se está executando fisicamente a tarefa se tornasse invisível enquanto o programa Telnet é executado.

Em resumo, o comando Telnet facilita a comunicação baseada em textos interativos bidirecionais, com a utilização da conexão de um terminal virtual.

Entre as possibilidades de uso do comando Telnet está a otimização do suporte técnico.

Mas é importante lembrar que as informações enviadas pelo comando Telnet são textos simples, sem criptografia.

Então, se a intenção é compartilhar dados considerados mais sigilosos, há outras opções viáveis.

Três conceitos fundamentais

Há três conceitos importantes quando o assunto é a definição do protocolo Telnet, como veremos em seguida:

  • Terminal virtual: as abstrações no terminal são característica fundamental da utilização do Telnet. Elas fazem com que o cliente e o servidor se comuniquem com outro host sem conhecer suas características. O terminal virtual é conhecido como comunicação NVT ou Network Virtual Terminal;

  • Opções negociadas: elas permitem a proposição de serviços adicionais não definidos nas especificações básicas. Assim, podem ser utilizadas funções avançadas em forma de opções, gerando pedidos de autorização ao sistema remoto e a possível ativação desses serviços;

  • Regras de negociação de opções: elas podem evitar um bloqueio de um pedido, pois os pedidos só podem ser emitidos se houver uma mudança de modo. Quando o pedido de mudança de modo é enviado, a parte que o recebe só deve adotá-lo se já não estiver no modo adequado.

Como executar o comando Telnet?

Veja a seguir um passo-a-passo simples, de como executar o comando Telnet.

Primeiro passo

No menu Iniciar, acesse a opção “Todos os programas”, “Acessórios” e “Prompt de comando”, ou então utilize o atalho “Windows + R”.

Com a opção “Executar” aberta, digite na caixa de texto o comando CMD e, em seguida, clique em “Ok”.

Segundo passo

Digite o comando Telnet no Prompt de comando e, em seguida, o servidor e a porta que você deseja acessar.

O servidor enviará uma mensagem de resposta padrão. Mas se houver alguma falha, você receberá uma mensagem de erro.

Caso ocorra esse erro no comando Telnet, você deve conferir se a porta e o servidor informados estão corretos ou se algum outro software está causando um bloqueio na porta em questão.

Como habilitar o comando Telnet?

O padrão do Windows é que ele não venha com o comando Telnet habilitado. Mas não é difícil habilitá-lo.

Você deve ir em “Executar” e digitar o seguinte comando: “optionalfeatures”. Em seguida, na tela serão mostradas as opções para ativar ou desativar os recursos do Windows.

Então, a opção “Cliente Telnet” deve ser selecionada. E, em seguida, basta clicar em “Ok”.

O Hosts.Green e o comando Telnet

Uma das funcionalidades do aplicativo Hosts.Green é o monitoramento das portas do servidor via Telnet, ou seja, de maneira remota. Assim, o cliente pode monitorar qualquer porta TCP.

Por segurança, o cliente também pode deixar a porta em questão aberta e listada para a aplicação da Hosts.Green.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o comando Telnet e como o Hosts.Green o utiliza, você pode saber mais sobre o nosso software e experimentá-lo gratuitamente por 15 dias. Basta clicar aqui.

Monitore Grátis