Servidor VPS: para quem é indicado e como escolher
Servidor Segurança

Servidor VPS: para quem é indicado e como escolher

Raphael Santos
Raphael Santos

Escolher qual tipo de servidor é adequado às necessidades da sua empresa é uma tarefa que requer muita atenção e um conhecimento profundo sobre as prioridades e as características específicas do seu negócio. Neste contexto, uma das opções disponíveis é o servidor VPS e é sobre ele que vamos falar neste artigo.

O servidor VPS pode ser uma excelente opção, mas não é indicado em qualquer situação. Daí a necessidade de uma análise anterior à escolha.

Para que a experiência do usuário seja positiva e a sua empresa se mantenha competitiva no mercado, o seu site e os seus sistemas devem contar com uma alta disponibilidade.

E para manter uma alta disponibilidade, você precisa escolher a configuração de servidor que melhor se enquadre ao seu negócio.

Uma solução possível é o servidor VPS, que conta com recursos avançados de gestão e uma boa estrutura para a hospedagem de sistemas.

Neste artigo, vamos solucionar as principais dúvidas sobre o servidor VPS: o que é, para quem é indicado, quais são suas vantagens, como ele funciona e quais são os tipos de VPS. Confira nos tópicos seguintes.

O que é servidor VPS?

A sigla VPS significa Virtual Private Server ou, em Português, Servidor Virtual Privado. É uma categoria de hospedagem que usa técnicas de virtualização.

Ele pode ser definido como um servidor dedicado que se subdivide em várias partes e cada uma delas funciona como um servidor individual.

Seu objetivo é tornar-se uma opção mais conveniente entre os servidores dedicados e as hospedagens compartilhadas comuns.

Então, o servidor VPS funciona como um servidor físico subdividido em vários servidores que funcionam virtualmente e de maneira individualizada.

Assim, ao optar pelo VPS, você compartilha recursos como memória RAM, nível de tráfego, capacidade de processamento e espaço em disco, mas cada conta é administrada individualmente.

Teste Hosts Green gratuito

Isso proporciona uma liberdade para configurar o sistema de acordo com as suas necessidades específicas.

Ou seja, o servidor VPS funciona da mesma maneira que um servidor dedicado, mas tem uma capacidade menor de processamento.

Como o servidor VPS funciona na prática?

Na prática, o servidor VPS utiliza um processo chamado de virtualização para subdividir os seus recursos e criar vários servidores virtualizados.

Em outras palavras, trata-se de um servidor virtual cujos recursos, aplicações, espaço e processamento de dados se dão de maneira exclusiva para cada usuário.

Sendo assim, o servidor físico continua existindo, mas é possível obter a personalização, já que os recursos específicos são dedicados para cada máquina.

A virtualização proporciona, portanto, a execução de diferentes sistemas operacionais em um hardware comum, sem que haja interferências de algum deles em outro.

Podemos dizer então que, com o servidor VPS, temos vários espaços privados dentro de um mesmo servidor dedicado.

Graças à virtualização, é possível distribuir a capacidade de um servidor dedicado em diferentes compartimentos.

Dessa forma, há um total aproveitamento dos recursos do hardware, que sempre poderão ser utilizados por outro usuário, caso o contratante não necessite mais de algum deles.

Para quem o servidor VPS é indicado?

Até aqui já foi possível perceber que o servidor VPS parece uma opção muito vantajosa. Mas será que ele é o ideal para a sua empresa?

Primeiramente, é preciso dizer que o servidor VPS é ideal para quem não tem problemas em compartilhar o processamento do servidor e, em simultâneo, precisa ter o controle sobre suas aplicações.

Nesse contexto, é possível contratar uma configuração adequada às suas necessidades, diferente do que ocorre com a hospedagem compartilhada.

Se esta última é utilizada pela sua empresa até o momento, mas você precisa aumentar os recursos para manter a sua performance on-line, o servidor VPS é uma boa opção.

O mesmo ocorre se você estiver precisando de autonomia no gerenciamento do seu servidor em situações como a possibilidade de configuração de projetos com maior liberdade ou a criação de regras específicas de segurança.

Enfim, vale destacar que o servidor VPS também é muito adequado para quem gosta de testar novas tecnologias e games e precisa de um servidor confiável e vigoroso para hospedar seus projetos.

Diferença entre VPS Windows e VPS Linux

Os servidores VPS podem ser classificados entre VPS Linux e VPS Windows.

O primeiro deles se baseia no sistema operacional Linux, que possui código aberto. Esta é uma opção muito utilizada por desenvolvedores e conta com muitos recursos, suporte e atualizações.

Já o VPS Windows é baseado no sistema operacional da Microsoft e sua principal vantagem é que você não precisa ter conhecimentos técnicos avançados para fazer sua configuração.

Sendo assim, podemos dizer que o VPS Windows possui uma maior usabilidade, o que facilita muito o gerenciamento de recursos.

A principal vantagem do VPS Linux é o baixo custo em relação ao Windows, pois ele não depende do pagamento de licença de software.

Além disso, o VPS Linux tem a seu favor a grande compatibilidade com várias linguagens enquanto seu concorrente apresenta melhor desempenho em aplicações específicas para Windows.

No quesito atualizações, tanto o VPS Linux quanto o Windows têm uma boa regularidade. No primeiro caso, por conta do código aberto, as atualizações são realizadas pela própria comunidade.

O mesmo ocorre com relação ao suporte: ele é oferecido pela própria comunidade de adeptos do VPS Linux e pela Microsoft, no caso do VPS Windows.

Monitore Grátis

Já em relação à segurança, o VPS Linux é menos visado por hackers, talvez por conta da restrição de acesso de edição dos administradores.

Diferença entre VPS e hospedagem compartilhada

A principal diferença entre o servidor VPS e a hospedagem compartilhada é que, na primeira opção, o seu sistema não é influenciado pela situação de outros sites que estão hospedados no mesmo servidor.

Além disso, o servidor VPS conta com uma quantidade maior de recursos e, como vimos, proporciona maior liberdade e personalização em sua configuração.

Outra diferença é o preço: as hospedagens compartilhadas costumam ser mais baratas. Mas essa diferença de custos é compensada pelos benefícios do servidor VPS.

Quais são as vantagens do servidor VPS?

Se você chegou até esta etapa da leitura, deve estar analisando se o servidor VPS é uma boa opção para o seu negócio.

Para te ajudar nessa definição, vamos enumerar abaixo as principais vantagens da utilização de um servidor VPS:

  • Personalização: esse é o principal benefício do servidor VPS. Você pode configurá-lo da maneira como a sua empresa precisa, instalando aplicações e utilizando de maneira específica;
  • Acesso a recursos dedicados: a quantidade de recursos disponibilizados pelo servidor VPS é maior que a da hospedagem compartilhada e eles não são divididos com outros sistemas;
  • Custos baixos: sem dúvida é mais barato investir em um VPS do que manter um servidor físico em sua empresa. Você economiza também nos custos de manutenção e nos periféricos;
  • Possibilidade de escalar recursos: conforme o seu negócio for passando por mudanças ou crescendo, a necessidade de recursos para manter os seus projetos vigentes vão aumentar. Com o servidor VPS será muito mais fácil escalar esses recursos e alcançar uma boa performance;
  • Segurança: cada subdivisão do servidor VPS tem alocação individual e aplicações isoladas, o que contribui com a proteção dos seus projetos. Além disso, você também pode configurar mecanismos de segurança específicos.

Se você quer entender um pouco mais sobre hospedagens de sites, recomendamos a leitura do nosso artigo que traz algumas opções que podem ser viáveis para o seu negócio.

Basta clicar aqui para conhecer opções que oferecem não só o servidor VPS, mas também a hospedagem compartilhada e o servidor dedicado. Boa leitura!

Infográfico 8 dicas para melhorar os resultados do seu site


Junte-se à conversa.