Também conhecidos como KPI (Key Performance Indicator), os indicadores de performance são importantes aliados para que as empresas possam avaliar o desempenho das tarefas, verificando se elas estão sendo realizadas de modo a cumprir os objetivos estabelecidos.

Ou seja, eles ajudam a identificar se a sua empresa está adotando estratégias eficazes ou não. No entanto, existem muitas opções de indicadores de performance e nem sempre é recomendado adotar todas.

Afinal, cada uma delas apresenta uma função específica, então você deve selecioná-las conforme o que deseja avaliar dentro da empresa.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para ajudá-lo nesse processo. Continue a leitura e saiba mais!

1. CPA

Caso você se preocupe com as estratégias de vendas, precisa adotar um dos fundamentais indicadores de performance que é o CPA, o Custo Por Aquisição.

Isso significa, portanto, medir o quanto está sendo pago por uma conversão, que pode ser uma venda, cadastro em formulário, assinatura da newsletter, download de um e-book, visualização em um vídeo, entre outros.

Suponha que você tenha tido um custo de R$ 2.000,00 em anúncios no Google, mas apenas uma pessoa comprou um produto de R$ 100,00 e outra de R$ 50,00.

Para fazer o cálculo, use a fórmula:

Custo total / Número de conversões.

Nesse caso, = R$ 2.000,00 dividido por 2, gerando um CPA de R$1.000,00.

Logo, o seu CPA está muito alto, fazendo você perder mais dinheiro que ganhar. Desse modo, é necessário rever essa estratégia, seja diminuindo o investimento ou modificando o anúncio.

Portanto, o objetivo do CPA é permitir que seja possível avaliar quanto está custando cada ação, verificando se o indicador apresenta rentabilidade ou está melhor que nas campanhas mais antigas.

2. CPC

O CPC (Custo Por Clique) é uma métrica comumente usada em anúncios on-line, sendo a cobrança padrão dos anúncios do Facebook e Google.

Desse modo, a cada clique, você será cobrado; ao contrário do CPA, cuja cobrança só acontece quando o objetivo é atingido, ou seja, quando ocorre a conversão.

Ainda assim, é possível estabelecer de forma manual o quanto deseja pagar por cada clique, possibilitando maior controle sobre a verba da campanha.

Com isso, você pode criar um valor fixo para um CPC e até mesmo aumentar outro de uma palavra-chave específica.

Esse é um dos indicadores de performances mais importantes por permitir que você descubra em qual campanha está conseguindo resultados melhores e, assim, poder direcionar o investimento para apenas uma delas.

O cálculo do CPC é feito desta maneira: Custo total da campanha / Quantidades de cliques recebida pelo anúncio

3. CTR

As maiores plataformas de anúncios digitais, como Google Ads e Facebook Ads, utilizam o CTR (Click Through Rate), que significa taxa de clique, sendo também um indicador muito importante.

Portanto, essa métrica calcula a quantidade de vezes que o seu anúncio ou site foi exibido e acessado, indicando o nível de interesse das pessoas em relação a um determinado resultado.

Para realizar o cálculo da taxa de cliques, oriente-se pela seguinte fórmula: (Número de cliques / Números de impressões) x 100

Supondo que o seu anúncio tenha tido 5.000 visualizações e 1.000 cliques, o total seria de 0,2, que, multiplicado por 100, daria um CTR de 20%.

4. ROI

Um dos indicadores de performance mais populares é o ROI (Retorno Sobre Investimento), podendo ser utilizado em treinamentos, campanhas de marketing e serviços.

Essa métrica exibe a quantia investida e a quantia que retornou, gerando dados para o cálculo da margem de lucros.

Desse modo, ele deve ser usado em qualquer ação que promova lucratividade para a empresa, ainda que a longo prazo, lembrando que, para calculá-lo, devem ser considerados todas as receitas e custos.

Portanto, você deve calcular, até mesmo, as horas que foram investidas nesse negócio para que consiga obter um dado realista sobre o retorno.

Com isso, o ROI ajuda a descobrir quantos reais são obtidos a cada real investido. Vale lembrar que ele pode ser calculado em relação a diversas ações, até mesmo em publicações de redes sociais, por exemplo.

Para realizar esse cálculo, a fórmula é a seguinte:

((Receitas - Custos) / Custos) x 100

Como exemplo, imagine que você é dono de uma livraria e fez uma campanha para vender novos livros, realizando um investimento de R$20.000,00, o que gerou uma receita de R$50.000,00.

Então, nesse caso, subtrai-se R$50.000 por R$20.000 e divide o resultado por R$20.000, multiplicando-o em seguida por 100, cujo total dá 150%.

É importante destacar ainda que existe o ROAS (Return on Advertising Spend), que é dos indicadores de performance comumente usado por agências para identificar o retorno sobre investimentos em campanhas publicitárias.

Em relação ao ROI, a sua principal diferença é não levar em conta outras variáveis na hora de fazer o cálculo, como o salário dos colaboradores.

5. Taxa de rejeição

Para analisar o tráfego e o engajamento do seu site, é importante contar com um dos indicadores de performance mais úteis, que é o Bounce Rate, também conhecido como taxa de rejeição.

Ele mostra quantos visitantes acessaram uma página do seu site e, em seguida, saíram sem interagir mais com a plataforma, ou seja, visitando outras páginas. Quando esse evento acontece, é contado como uma rejeição.

Se você conseguir acompanhar essa taxa, torna-se possível pensar em melhorias para reduzir essa rejeição, seja modificando os call to action ou produzindo conteúdos que sejam mais relevantes para a persona.

Para fazer uma análise minuciosa sobre isso, vale a pena, por exemplo, medir a taxa de rejeição de cada um dos principais sites que levam tráfego para a sua plataforma, das palavras-chave e das páginas mais acessadas do seu site.

Existem diversas ferramentas que realizam esses cálculos, porém a mais conhecida é o Google Analytics, que faz a divisão das sessões de uma única página por todas as sessões.

Ao analisar todos esses indicadores de performance, você está apto para selecionar aqueles que mais se encaixam nos objetivos do seu negócio. Já que estamos falando desse assunto, aproveite para conferir também o que é a taxa de conversão e como ela é feita!