A ideia de taxa de conversão não é novidade, mas é surpreendente a quantidade de pequenas empresas com presença na Web que estão ignorando essa métrica importante em seus negócios.

Se o seu site for um componente essencial de seu processo de vendas e marketing, a determinação da taxa de conversão poderá representar uma imagem precisa (e muitas vezes surpreendente) do que realmente está acontecendo com seu website.

Como calcular a taxa de conversão do seu site?

Se você está se perguntando o que é uma taxa de conversão, aqui está a resposta mais simples para um tópico complexo: é a porcentagem de visitantes do seu site que concluem uma meta específica.

Por exemplo, quantos visitantes do seu site finalizam a compra depois de colocarem no carrinho, inscrevem-se na sua newsletter ou reservam uma consulta? Essa é a sua taxa de conversão.

Você pode calcular sua taxa de conversão usando esta fórmula rápida:

Nº de conclusões de meta / número total de visitantes = sua taxa de conversão

Por exemplo, digamos que você administre um site de comércio eletrônico. Uma conversão de chave para este site seria o número de pessoas que fazem compras. Se você fez 100 vendas no mês passado e 1.000 pessoas acessaram seu website, sua taxa de conversão seria 100 / 1.000 = 10%. Simples certo?

Se você usa o Google Analytics, é ainda mais simples. Muitos dos relatórios padrão do Google Analytics, incluindo o público, a aquisição e, é claro, os relatórios de conversão, mostram a taxa de conversão de seu segmento de público, canal ou meta, respectivamente.

Entenda por que você deve se preocupar com as taxas de conversão

Normalmente, quando se trata de medir o sucesso do site, analisamos o número total de visitantes por mês.

Fazemos login no Google Analytics e percebemos que recebemos um certo número de visitantes por mês.

Por isso, acreditamos que nossos esforços de marketing estão funcionando. Ou decidimos que precisamos trabalhar para obter mais tráfego para o nosso site.

Mas medir o tráfego do website sem entender nossa taxa de conversão fornece uma imagem distorcida do nosso desempenho.

Podemos concentrar nossos esforços de marketing na tentativa de aumentar nosso tráfego para o nosso site, ou podemos gastar nosso tempo otimizando o site para que possamos converter mais visitantes em ação.

Se você já tem pessoas visitando seu site, melhorar sua taxa de conversão oferece uma maneira tangível de impulsionar as principais métricas de negócios.

Por exemplo, se você converter atualmente 1% de seus visitantes em compradores, o que acontece se você dobrar sua taxa de conversão para 2% ou até 3%?

Em vez de concentrar esforços de marketing na geração de mais e mais tráfego que podem não ser convertidos, o foco na otimização da taxa de conversão permite melhorar seu desempenho ao longo do tempo.

A verdade é que, se você não consegue converter seu tráfego em assinantes ou compradores, seu marketing está falhando, por mais que você tenha tráfego.

201917Jun_Hosts.green_ctablog

Descubra o que você quer medir

Para começar a descobrir as taxas de conversão atuais do seu website, primeiro você precisa descobrir exatamente o que deseja medir.

Quais são as principais coisas que você deseja que os visitantes do seu site façam quando chegam? Aqui estão algumas opções:

  • Comprar um produto ou serviço específico.
  • Reservar uma consulta.
  • Solicitar mais informações.
  • Inscrever-se para receber atualizações por email ou uma oferta gratuita.
  • Realizar inscrições
  • Baixar whitepaper ou e-books.

À medida que você se sente mais à vontade trabalhando com sua taxa de conversão, pode ficar mais sofisticado e segmentar seus dados para obter ainda mais informações.

Por exemplo, com as vendas, você pode ver quantas de suas vendas são provenientes de novos visitantes ou de visitantes recorrentes, ou olhando a origem desse tráfego com mais detalhes.

Use o Google Analytics para acompanhar suas taxas de conversão

Medir a taxa de conversão é muito mais simples do que muitas pessoas imaginam, e isso pode ser feito usando uma ferramenta que a maioria de nós já conhece, o Google Analytics.

O recurso Metas (ou Goals) do Google Analytics permite que você defina metas em seu site que rastreiam sua taxa de conversão em atividades específicas do visitante.

Antes de prosseguir e definir uma meta, você precisará do seguinte:

  • Uma ideia clara do objetivo que pretende medir: vendas, incrições, etc.
  • Uma Landing Page em que o visitante chega depois de concluir a meta. Esta pode ser uma página no seu site ou uma página externa. O mais importante é que sua página seja anexada a essa meta e você não esteja enviando outro tráfego para ela ou você distorcerá seus dados.
  • Agora você está pronto para definir uma meta, que levará apenas alguns minutos. Se você tiver dúvidas sobre como fazer isso, pode encontrar um pequeno tutorial do próprio Google aqui.

Existem vários tipos diferentes de metas que você pode definir, mas, para informações básicas sobre taxa de conversão em seu site, concentre-se nas metas de destino.

Depois de ter conseguido o essencial, pode voltar e configurar funis de objetivos ou analisar os objetivos orientados por eventos para obter dados mais avançados.

Controlar suas taxas de conversão pode parecer um trabalho extra, mas, depois de começar, você verá rapidamente o desempenho de várias ofertas e elementos do seu site e o que os visitantes do seu site estão realmente fazendo quando chegam.

A partir daí, você terá o que precisa para otimizar seu site e começar a transformar mais navegadores em compradores.

Outro ponto essencial para garantir uma boa taxa de conversão é a experiência do usuário no seu site. Certamente você já entrou em uma site buscando fazer uma compra, teve dificuldade em navegar e desistiu.

Isso acontece com muita frequência no mundo virtual. Por isso, é essencial pensar na experiência do usuário se você quiser ter boas taxas de conversão! Preparamos um artigo completo sobre o assunto. Leia: Experiência do usuário (UX): por que é importante para o seu site

201917Jun_Hosts.green_ctablog_v2