No universo de TI, são muitos os problemas que podem acontecer. Um deles é a falha de conexão com um site, por exemplo. Pois saiba que existem ferramentas, como o comando tracert, para ajudar nessas situações.

Quando não conseguimos nos conectar com uma página, é natural atribuirmos a falha à nossa internet. Ou então pensamos que podem estar ocorrendo problemas com DNS.

Em muitos casos, a falha pode ser também ocasionada pelo próprio site que tentamos acessar, o qual pode estar fora do ar.

Só que o problema, na verdade, pode ser na sua rede, não envolvendo assim o servidor ou questões muito complexas. Como assim?

Para que a conexão se realize, é necessário que haja a transmissão de pacotes dentro de uma rede. Esses pacotes são unidades de transferência de informação que são enviados de um ponto a outro.

No caso da rede mundial de computadores, é o IP (Internet Protocol) que vai endereçar e encaminhar os pacotes que trafegam pela internet.

Na rota do pacote pela rede até seu destino, pode acontecer de haver uma falha que impeça a realização da conexão. E é aí que o comando tracert vai ajudar.

Continue a leitura para saber o que é esse comando e como executá-lo em seu computador.

Mas afinal, o que é o comando tracert?

O comando tracert, também conhecido como traceroute, vem da união das palavras trace (traçar) e route (rota).

Como o próprio nome indica, trata-se de um comando que vai traçar a rota de um pacote pela rede até o destino dele. A funcionalidade foi implementada pela primeira vez em 1988 por Van Jacobson.

Por meio do comando tracert, é possível descobrir os caminhos feitos pelos pacotes desde que são originados até o ponto a que precisam chegar.

Mas qual é o objetivo de se utilizar o comando tracert? É simples!

É através dele que desenvolvedores conseguem testar, gerenciar e medir uma rede. E o mais importante: o comando tracert permite detectar falhas que estejam ocorrendo nessa transmissão dos pacotes.

No nosso artigo “O que é gateway: entenda tudo sobre como funciona essa ferramenta”, vemos que o gateway funciona como um intermediário entre a rede do dispositivo do usuário e a rede da internet.

Pode acontecer, por exemplo, de gateways intermediários descartarem o pacote transmitido na conexão por ele exceder a capacidade de um datagrama IP.

O comando tracert então consegue identificar onde isso está correndo. E, de posse dessa informação, é possível tomar as medidas necessárias para corrigir a falha.

Você pode estar se perguntando: “Ok, mas como o comando tracert identifica as falhas?”. Confira a seguir o funcionamento do traceroute.

201917Jun_Hosts.green_ctablog_v2

Como o comando tracert funciona?

Recapitulando, você viu que o comando tracert basicamente indica todo o caminho percorrido por determinado pacote de informação até chegar ao seu destino.

Essa indicação é feita em modo texto, ou seja, por meio daquela tela preta de Prompt de Comando com um cursor onde você insere informações e obtém respostas do sistema.

Explicando de uma maneira simples, o comando tracert verifica o tempo de acesso a um determinado IP de um servidor.

Para isso, ele usa valores de tempo de vida útil, conhecidos como TTL (Time To Live). O TTL é a quantidade de saltos entre dispositivos dados por um pacote até o destino.

Ao longo do caminho percorrido pelo pacote, cada roteador decrementa o pacote em no mínimo 1 antes de encaminhá-lo.

Quando o TTL atinge o valor zero, o computador de origem recebe do roteador uma mensagem de tempo excedido, indicando o descarte do pacote.

O comando tracert mostrará uma lista de roteadores intermediários que devolvem essas mensagens de tempo excedido. Com isso, é possível identificar onde esse descarte de pacote está ocorrendo.

Como utilizar o comando tracert?

Agora que você já viu o que é o comando traceroute e objetivo dele, chegou o momento de entender como utilizá-lo em seu computador.

Vamos então mostrar esse acesso separando o passo a passo em Windows e Mac.

Windows

No Windows você precisa, em primeiro lugar, abrir o Prompt de Comando. Isso pode ser feito pesquisando por cmd ou Prompt de Comando na barra de pesquisa do menu Iniciar e teclando Enter em seguida.

Será aberta a tela do Prompt de Comando. Nela você deve digitar tracert, seguido do nome do domínio que você deseja pesquisar (como blog.hosts.green).

No nosso exemplo então será digitado tracert blog.hosts.green. Depois de digitar, tecle Enter para executar o comando.

Será aberta uma lista com os saltos do pacote. São mostrados também os números de IP que correspondem às rotas pelas quais os pacotes passam para chegar ao IP do servidor do domínio.

Se o resultado do comando for “Esgotado tempo limite do pedido”, significa que a conexão não está chegando ao servidor responsável pelo domínio que você pesquisou e, por isso, o pacote foi descartado.

Mac

No sistema operacional da Apple, o primeiro passo é iniciar o Utilitário de Rede. Na janela do Utilitário de Rede, clique na aba Traceroute.

Agora é o momento de digitar o endereço de site ou IP que você deseja pesquisar. Depois clique em Trace, o botão que fica do lado direito da página.

Será então dado início ao rastreamento do caminho até o site indicado por você. Uma lista com todos os gateways pelos quais o pacote passa até chegar ao destino será exibida.

É importante indicar que o traceroute é muito útil quando se trabalha com redes grandes. Isso porque vão existir vários caminhos levando a um mesmo destino.

Além desses caminhos, há vários gateways ou componentes intermediários envolvidos nesse processo de grandes redes. Por isso, usar o traceroute será sempre uma boa opção!Neste artigo, você conheceu o que é o comando tracert, como ele funciona e a maneira de utilizá-lo em seu computador. Para ter mais informações sobre TI, acesse nosso blog. Lá você confere artigos como Tipos de servidores: qual é a melhor opção para seu site? e muitos outros!

201917Jun_Hosts.green_ctablog