Você já parou para pensar onde ficam armazenadas todas as informações que você vê na internet, os downloads que você faz e os vídeos que você vê? A gente te conta onde fica isso tudo: em um Data Center!

Nesse texto, vamos te explicar o que é um Data Center, quais suas vantagens e como escolher qual modelo mais adequado para sua empresa.

Aproveite a leitura!

O que é Data Center?

O Data Center (DC) ou, em português, Centro de Processamento de Dados, é um local em que se concentram equipamentos e servidores para armazenamento de informações.

Ele engloba, também, os sistemas ativos, como os roteadores e os switches, com a intenção de abrigar os bancos de dados.

Na era do Big Data, com uma quantidade enorme de informação, a ferramenta tem a função de montar um sistema de equipamentos que permita que a troca de dados não seja interrompida.

Para um Data Center funcionar, são necessárias algumas estruturas de segurança, espaço, energia e comunicação.

Qual a infraestrutura necessária para a implementação?

Para que um Data Center possa funcionar, é necessário montar uma estrutura que garanta a segurança da informação e o bom funcionamento das máquinas.

Na hora de pensar onde montar o DC, você deve se lembrar de que é um espaço físico que vai demandar certos cuidados.

No Brasil não temos tantos problemas meteorológicos, mas em outros países existe incidência de furacões e terremotos. Não ia ser uma boa ideia instalar as máquinas nesses lugares, não é?

Ao implementar o DC, é preciso que você dê uma atenção especial a alguns itens:

Fornecimento de energia

Para o funcionamento do Data Center é preciso ter um fornecimento de energia que não seja interrompido. Além disso, é importante ter um sistema reserva que entre em ação imediatamente caso alguma operação falhe.

É muito comum que os sistemas contem com duas ou mais redes elétricas, assim como no-breaks, baterias e geradores em mais de uma subestação, caso falte energia.

Para que as informações não parem de ser transmitidas, a ferramenta vai evitar as oscilações de energia, que poderiam danificar os equipamentos e prejudicar a distribuição de dados.

O Data Center não pode parar nunca. Alguns minutos com ele inativo podem gerar prejuízos incalculáveis. Por isso, tenha certeza de que você tem as ferramentas disponíveis para que ele funcione 24 horas por dia, 7 vezes por semana.

Estrutura móvel e modular

Fique atento à construção do local onde vai ser instalado o DC. O piso, por exemplo, deve ser capaz de sustentar os pesos dos equipamentos pesados, como os servidores, computadores e racks.

Enquanto isso, abaixo desse piso devem ficar os cabeamentos para a passagens dos dados e a fiação da energia elétrica.

Nesse local, ainda será preciso fazer a instalação de um equipamento que permita a circulação de ar resfriado para manter a temperatura adequada do Data Center.

Geralmente, os servidores mais potentes geram uma quantidade bem grande de calor. É importante que a temperatura na sala esteja equilibrada para evitar danos aos materiais sensíveis.

Sistema de segurança

Quando a gente fala em segurança no Data Center muita gente vai pensar apenas na segurança dos dados que vão ser armazenados, mas não é só isso.

Na parte das informações, a ferramenta conta com softwares e hardwares em um ambiente monitorado, com recursos de backup automático e otimização virtual.

Para um funcionamento tranquilo, instale câmeras de monitoramento, vidros blindados e sensores por biometria. O acesso de pessoas ao local deve ser restrito aos que têm sua identificação liberada.

Um isolamento físico ajuda a manter a segurança dos dados e dos próprios trabalhadores. Você pode, ainda, contratar uma equipe de segurança especializada.

Esses sistemas devem, também, contar com tecnologias para identificação e combate a incêndio. Algumas ferramentas liberam gases assim que o menor sinal de fogo é detectado.

Dentro de um Data Center existem muitos materiais inflamáveis, então tome muito cuidado com a segurança do local e a sua também! Invista em detectores de fumaça, extintores e em treinamentos para brigada de incêndio.

Além disso tudo, é importante ter um setor reservado para fazer a manutenção dos softwares utilizados pelo DC. Tendo uma área reservada, os dados são protegidos e a pessoa que vai realizar o trabalho tem acesso mais fácil aos equipamentos de suporte.

Redes de dados

Ter uma boa infraestrutura, como já falamos anteriormente, é essencial para o funcionamento e para a segurança do Data Center. Na hora da instalação dos dados isso não é diferente.

O meio de compartilhamento dos dados no DC é parecido com o que usamos em links nos nossos computadores. A diferença é a velocidade e a capacidade milhares de vezes maior na hora de transmitir a informação.

Para que a ferramenta funcione de forma adequada, ela precisa interagir com o tráfego IP que é o protocolo da internet que permite dar o endereço (site) e encaminhar os dados para as redes.

A avaliação de um TI especializado é muito importante nessa etapa, pois será preciso saber o número exato de servidores e de aparelhos que serão necessários para que o Data Center possa cumprir sua função.

A importância do Data Center

O Data Center é utilizado pelas maiores empresas do mundo, como Google, Microsoft e Amazon. A interligação das redes e a troca de dados só são possíveis com serviços de DC.

Ele é responsável, como acabamos de dizer, por armazenar todos os dados, desde um produto disponível na loja online até os vídeos que estão na Netflix.

Você consegue, no Brasil, acessar uma música no Youtube ao mesmo tempo que uma pessoa na Tailândia, sem que um interfira no outro.

Hoje em dia, seria impossível pensar em um mundo sem o Data Center. Não seria possível usar o aplicativo do banco, baixar um outro app no celular ou ter acesso a imagens de câmeras de vigilância.

Também não seria possível ter acesso a sites, e-mails, serviços de compartilhamento (Google Drive, iCloud, Dropbox).

Quem poderia imaginar que para ter acesso a tudo isso seriam necessários milhares de máquinas conectadas por cabos submarinos? O Data Center faz esse papel, entregando toda a informação na palma da sua mão de forma rápida.

As 6 maiores vantagens do Data Center

O Data Center permite que você personalize alguns serviços, mesmo que o projeto final seja o de padronizar todo o processo.

Ele também ajuda a aumentar a velocidade das informações, otimiza o tempo, atualiza as tecnologias e melhora o desempenho. Além disso, ele possui outros benefícios muito importantes:

Redução de custos com manutenção de estrutura

Quem não quer economizar? Com um Data Center, é possível reduzir gastos com equipamentos. Apesar de sua implementação ser cara, o DC não exige tanta manutenção.

A equipe de TI não vai mais ter trabalho com o gerenciamento do ambiente. Além disso, os gastos com manutenção são reduzidos consideravelmente.

Segurança

As tecnologias de ponta vão oferecer maior segurança para o armazenamento e distribuição dos dados. Essas informações ficam disponíveis de forma online em tempo real.

Os dados são criptografados, sendo protegidos de ataques e invasões. Além disso, o acesso às informações é restrito, inclusive dentro do próprio DC, pois somente pessoas autorizadas podem manusear informações.

Um serviço de Data Center te dá a garantia de um trabalho sem interrupção, já que conta com energia elétrica com geradores, conexão sem interrupção e sistema de segurança avançado.

Isso é ainda mais importante para as empresas que trabalham com dados sigilosos, como é o caso de hospitais, bancos e escritórios de advocacia.

Suporte

O Data Center ajuda a enfrentar problemas técnicos a qualquer hora do dia. A ferramenta é sempre monitorada, fazendo com que as falhas sejam eliminadas rapidamente.

Esse suporte conta com uma equipe preparada de técnicos e engenheiros, o que leva ao que chamados de redundância. Ela é uma ferramenta que permite monitorar a segurança sem ter nenhum período de interrupção.

Independência em relação ao hardware

O DC utiliza bem menos equipamentos em relação aos serviços de armazenamento e transmissão de informação convencionais.

Isso faz com que o serviço seja mais independente em relação ao hardware. É possível, ainda, que os dados sejam compartilhados na nuvem, como veremos daqui a pouco.

Escalabilidade

A escalabilidade é a capacidade que uma empresa ou algum setor tem de manipular todo o trabalho de forma que o aumento de demanda não interfira na qualidade do serviço. Ou seja, é estar preparado para crescer.

O serviço de Data Center é preparado para lidar um volume enorme de informações, sendo possível aumentar ainda mais essa quantidade através da aquisição de outra máquina ou da implementação do serviço na nuvem, como veremos a seguir.

Possibilidade de serviço na nuvem

Aliado às máquinas do DC, a criação de uma rede em nuvem permite um armazenamento ainda maior de dados, além de maior agilidade no acesso a elas.

Nesse tipo de servidor o processo de transmissão entre a localização e o Data Center é definido pela latência, ou seja, a distância entre eles. A função do DC é garantir que esse tempo seja o menor possível.

Os sistemas em ambientes virtuais auxiliam também na conexão na hora da troca de informações, trazendo alguns benefícios para a empresa.

Então é melhor ter um serviço de Data Center na máquina ou na nuvem? A gente te ajuda a responder essa pergunta agora.

Como escolher o melhor Data Center?

Como mostramos acima, existem algumas diferentes entre um serviço virtual e um físico. Mas qual deles é o melhor?

Não existe uma resposta certa, pois isso depende dos objetivos de quem quer implementar a ferramenta. Cada uma delas possui vantagens e desvantagens.

Para te ajudar a escolher o melhor modelo, vamos te mostrar, agora, quais são os principais pontos de cada uma:

Data Center físico

Uma dos principais pontos de um DC físico local é a concentração dos dados dentro da empresa. Essa é uma vantagem para quem ainda tem receio de compartilhar informações.

Toda a infraestrutura é mantida pela empresa, com os próprios equipamentos, roteadores, servidores e cabos. Isso garante um acesso contínuo, mesmo que a conexão com a internet não esteja boa.

Para manter seu funcionamento, é preciso contar com mão de obra especializada e arcar com os cursos de manutenção nos equipamentos. As máquinas, se ficarem desatualizadas, perdem a capacidade de resposta rápida.

Caso haja algum problema com os equipamentos e servidores, existe uma grande chance de as informações serem perdidas.

O tamanho do espaço disponível pode ser uma dificuldade, pois não são todas as empresas que contam com uma infraestrutura necessária.

Data Center virtual

O armazenamento online é caracterizado pela terceirização da parte física. Isso reduz os custos com gastos de TI e aumenta a mobilidade dos dados.

O serviço na nuvem vai permitir que o espaço de armazenamento seja adequado para o momento, se adaptando a novas demandas.

Nesse tipo de DC, a manutenção fica por conta do fornecedor, ou seja, é a empresa contratada que tem a função de dar suporte 24 horas.

Um outro ponto importante é o rendimento rentabilizado, que permite que você pague apenas pelo armazenamento que for efetivamente utilizar.

Em contrapartida, os dados são disponibilizados para outras pessoas, podendo gerar a sensação de insegurança, dependendo do grau de confiança que se tem com a outra organização.

Dentro dessa separação, ainda existem 3 subdivisões de modelos de Data Center que você pode escolher:

  • Corporativo compartilhado: utiliza a mesma infraestrutura de outras empresas;
  • Corporativo monolítico: pertence a uma única empresa e não é compartilhado;
  • ASP: usa todos os recursos fora da empresa.

Independente da escolha, o mais importante é ficar atento a 4 fatores na hora de decidir: orçamento, necessidades, segurança e qualidade.

Verifique se o fornecedor da nuvem é confiável. Veja como é a política de recuperação de dados e de backup, em caso de problema.

Fique atento ao modelo de contrato e a todas as cláusulas referentes à política de segurança e aos detalhes dos pacotes de serviços.

Confira como é o atendimento do suporte. Ele deve funcionar sem interrupções e a equipe deve ser preparada para oferecer apoio.

Se possível, faça uma visita ao local de armazenamento, seja ele a sala do Data Center local ou o escritório de um serviço de nuvem para ver como os equipamentos são mantidos. Agora que você já sabe tudo sobre Data Center, fica mais fácil tomar uma decisão, não é? Se quiser conhecer outras possibilidades, leia o nosso texto sobre servidor dedicado.