Para que os equipamentos possam se comunicar, como dois computadores, por exemplo, é necessário que eles falem a mesma língua e isso só é possível com a utilização de um protocolo. Nesse caso, um dos mais usados atualmente é o TCP IP.

Assim, máquinas de diferentes fabricantes, funcionalidades e tecnologias podem conversar entre si por meio de uma mesma linguagem.

Para que você entenda melhor sobre como funciona o TCP IP, elaboramos este artigo com todas as informações importantes sobre o assunto. Confira!

Como surgiu o TCP IP?

Dissemos que o TCP IP é um protocolo, certo? Mas isso é para simplificar o entendimento, pois, na verdade, ele é conjunto de protocolos. O próprio nome já diz isso, já que TCP significa Protocolo de Controle de Transmissão e o IP é o Protocolo de Internet.

Com isso, o TCP IP é capaz de padronizar as comunicações de uma rede, em especial das que ocorrem na web.

Aliás, sem a criação dos protocolos em geral, seria quase impossível existir uma rede que tivesse um alcance mundial, como é o caso da Internet.

Então, em 1971, foi criado o modelo OSI (Open Systems Interconnection), responsável por padronizar a criação dos protocolos. Basicamente, ele definiu uma estrutura de protocolos para redes, incluindo 7 diferentes camadas.

Para entender melhor sobre o modelo OSI, leia: Modelo OSI: entenda como funciona esse sistema de camadas

A partir da criação desse modelo, fabricantes puderam elaborar os seus equipamentos de modo que pudessem se comunicar uns com os outros.

Já o surgimento do TCP IP se deu em 1969, nos Estados Unidos. Foi utilizado inicialmente pelo Departamento de Defesa, com o objetivo de possibilitar que uma grande quantidade de informações pudessem ser trocadas nos sistemas computacionais dos mais diversos lugares, como órgãos do governo e empresas.

Quando ocorreu a formalização do OSI em 1983, o TCP IP adaptado a esse modelo e, desde então, tornou-se o padrão de comunicação das redes para, mais tarde, transformar-se também no padrão de comunicação da Internet.

Qual é a estrutura do TCP IP?

Das sete camadas estipuladas pelo modelo OSI, o TCP IP apresenta quatro delas, que são a aplicação, transporte, rede e interface.

Cada uma tem diferentes tarefas, permitindo que a execução de todas possa preservar a integridade das informações que circulam pela rede. Entenda melhor como cada camada funciona.

Aplicação

Essa camada é responsável por enviar e receber as informações dos programas por meio da rede, ou seja, realiza a comunicação entre os protocolos de transporte do TCP IP e os programas.

Nessa etapa, é possível encontrar protocolos bastante conhecidos, como:

  • HTTP (HyperText Transfer Protocol): realiza o transporte das páginas HTML dos servidores da web para os navegadores;
  • FTP (File Transfer Protocol): faz a transferência dos arquivos, por meio dos dados de login e senha, entre dois computadores;
  • SMTP (Simple Mail Transfer Protocol): usado para o transporte de e-mail;
  • DNS (Domain Name System): responsável por fazer a conversão da URL do navegador em um IP usado para a identificação da localização na rede onde deseja fazer a conexão.

Depois que é feita a comunicação entre essa camada e o software, o dado é codificado de acordo com o padrão de protocolo e repassado para a próxima camada.

Transporte

A camada de transporte serve para receber os dados transmitidos pela camada da aplicação, analisar a integridade deles e dividi-los em vários pacotes menores.

O TCP é o protocolo mais utilizado nessa etapa, podendo tanto quebrar as informações quanto organizá-las para promover uma ordem à mensagem.

Existe também o UDP (User Datagram Protocol), que não é considerado muito confiável, pois não verifica a confiabilidade e integridade da informação. No entanto, a sua vantagem é permitir uma transmissão mais rápida.

Dessa forma, o TCP é indicado para conexão entre aplicações, enquanto o UDP é voltado para a transmissão de mídias, como vídeos e fotos.

201917Jun_Hosts.green_ctablog

Rede

Na etapa da rede, é adicionado um cabeçalho no pacote de dados que foi transmitido pela camada de transporte, contendo o endereço IP da fonte e do destino. Dessa forma, o protocolo IP é o mais importante dessa fase.

Isso permite que os dados sejam enviados pela internet, mas, antes, eles devem passar pela camada da interface.

Interface

Por último, a camada da interface é caracterizada pelo tipo de rede física no qual o computador está conectado, lembrando que, essa conexão se dá pela rede Ethernet, Wi-Fi, entre outras.

Com isso, a Conexão utilizada é responsável por cuidar dos aspecto físico da rede, auxiliando a complementar o trabalho do TCP IP que trabalha com os dados de modo específico.

Dessa forma, a tarefa da interface é enviar e receber os pacotes pela rede.

Todas essas camadas permitem entender que o TCP IP só trabalha por etapas. Então, a primeira delas é o recebimento dos dados, a segunda é o empacotamento para o formato da rede, a terceira é o endereçamento e a quarta é o envio.

Quais são as características do TCP IP?

O TCP IP foi escolhido como o protocolo padrão por fornecer diversas vantagens em meio a suas características. Confira abaixo algumas delas!

Interconectividade

O TCP IP consegue conectar sistemas que não são iguais, promovendo a interconectividade. Afinal, existem diversos utilitários que conseguem acessar e transferir informações para os diferentes sistemas, como o FTP.

Padronização

Qualquer sistema operacional atual tem suporte para o TCP IP, caracterizando-se assim como o protocolo roteável mais aceito.

Roteamento

Esse protocolo permite que tecnologias antigas e novas possam se conectar à internet, possibilitando que a conexão remota possa ser de linha discada ou dedicada.

Robustidade

O TCP IP é um protocolo robusto, podendo ser utilizado em sistemas operacionais de cliente e servidor, realizando aplicações entre dois pontos, mesmo que distantes um do outro.

Internet

Por fim, uma das principais características do TCP IP é o acesso à internet, já que os computadores precisam estar configurados para usar o TCP IP e, assim, obter o acesso à internet.

Dessa forma, podemos perceber que o TCP IP é capaz promover comunicação de ponta a ponta, sendo projetado para garantir a confiabilidade nas redes. Aproveitando esse assunto, não deixe de conferir também o nosso artigo sobre o endereço IP e saiba um pouco mais a respeito dele!

201917Jun_Hosts.green_ctablog_v3