Hoje em dia, é praticamente impensável uma empresa não possuir um site. Com o aumento do uso da internet, sendo esse um dos meios de comunicação mais utilizados atualmente, sites são imprescindíveis para se estabelecer um canal de interação entre a empresa e seu público. Entretanto, ainda é comum observarmos que muitas empresas possuem essa ferramenta, mas não fazem o seu uso da melhor maneira. Diante disso, é válido perguntar: o que você entende por status do site?

Para que a sua empresa faça o uso adequado do seu site, é de extrema importância entender sobre o status do site. E, bom, sem o uso adequado dessa ferramenta online, recursos podem ser desperdiçados e, ainda, maiores problemas podem ser enfrentados, comprometendo a satisfação do cliente.

Se você deseja otimizar o uso do site, a fim de alcançar melhores resultados para a sua empresa, você veio ao lugar certo. No nosso artigo de hoje iremos falar sobre o que é status do site e por que sua monitoração deve ser feita. Continue a leitura e saiba mais!

O que é o status do site?

O status do site nada mais é do que o indicador de que o mesmo está funcionando como deveria.

Tendo em vista que vivemos em um mundo globalizado e, também, imediatista, cada segundo conta quando falamos em buscas na Internet.

Sabemos que as pessoas que recorrem à Internet em busca por alguma informação estão, também, à procura de agilidade e praticidade.

Diante disso, é de extrema importância que o site da sua empresa esteja, sempre, em pleno funcionamento. Sabemos, contudo, que é comum existir momentos de downtime. Você já ouviu falar esse termo? Saiba qual é o seu significado logo a seguir.

O que é downtime?

Como mencionamos, o cenário ideal é aquele no qual não ocorrem quedas do sistema do site da sua empresa.

Entretanto, por diversos motivos, sabemos que nem sempre é possível contar com um site que esteja em funcionamento 100% do tempo.

Chamamos de downtime justamente esse período no qual ocorre uma interrupção no funcionamento do site.

Em casos de downtime, o serviço fica indisponível e as consequências dessa indisponibilidades podem ser prejudiciais para a empresa.

Em oposição ao downtime, um termo bastante utilizado quando falamos de status do site é o uptime. Você sabe o que esse termo significa?

Aprenda o que é uptime

Como falamos anteriormente, uptime é o oposto de downtime. Logo, se downtime é o tempo no qual o site fica indisponível, uptime é o tempo em que o site permanece online, sem nenhuma interrupção.

Assim, o status do site pode ser relativo a um desses dois termos.

Obviamente, o status do site mais interessante para qualquer empreendimento é um bom uptime.

Aprender o que é status do site, e o significado desses dois termos, não é algo complicado.

Mas, talvez, você esteja se perguntando porquê é interessante realizar o monitoramento do site, bem como do status do site. Bom, é isso que vamos te explicar logo a seguir. Continue a leitura para saber mais.

201917Jun_Hosts.green_ctablog

Por que monitorar o status do site?

Fazer esse questionamento é totalmente entendível. Afinal, monitorar o status do site pode demandar mais tempo e, também, mais colaboradores, ou parceiros, focados nessa tarefa.

Nesse sentido, é muito importante saber os motivos que deveriam levar uma empresa a realizar tal monitoramento.

Sendo assim, confira a seguir as razões que vão te convencer a realizar o monitoramento do status do site.

Satisfação do cliente

Um dos benefícios que a monitoração do status do site pode proporcionar à sua empresa é o aumento, ou a garantia, da satisfação do cliente.

Se o monitoramento é feito de forma recorrente, é possível buscar compreender se melhorias precisam ser feitas, caso muitos downtimes sejam apresentados.

Sabendo a respeito da necessidade de melhorias, essas ações podem ser colocadas em prática. E, depois disso, a experiência do usuário durante a navegação no seu site será também, ainda melhor.

Como já mencionamos, a realidade digital na qual vivemos cria, de certa forma, um instinto em nós mesmos que nos faz querer que as coisas aconteçam de maneira ágil.

Se o seu site corresponde à essa expectativa, atualmente inerente à boa parte da população, o nível de satisfação com o mesmo, e com o atendimento prestado, com certeza será maior.

Fidelização de clientes

A partir da satisfação do cliente, outros benefícios podem ser citados, como por exemplo a fidelização do mesmo.

Se o cliente teve uma boa experiência com o seu site e, assim, com o contato que ele teve com a sua empresa, as chances de ele se tornar um cliente fiel aumentam significativamente.

Muitas pessoas gostam e buscam por praticidade nas suas vidas. E, diante disso, continuar adquirindo produtos ou serviços com uma mesma empresa, sempre que necessário, é muito mais cômodo para qualquer um.

Melhores classificações em sites de busca

Talvez você não tenha parado para pensar em como o status do site pode afetar a classificação do seu site em sites de busca como o Google e Yahoo!.

Se o seu site possui um uptime desfavorável, ou seja, com muitos momentos de queda no serviço - downtime -, o seu site enfrentará classificações negativas, o que pode acarretar em perda de clientes e, como consequência, em perda de receitas para a empresa.

Deu para entender um pouco melhor como realizar o monitoramento do status do site é uma prática importante e necessária?

Caso você não realize o monitoramento do status do site, você pode ter uma classificação ruim e, ainda, não entender o motivo para que isso ocorra.

Realizando o monitoramento de maneira periódica, você tem a certeza de como anda o status do seu site e, dessa forma, tem maior controle sobre ele e sobre os resultados que a sua empresa alcança. Isso é muito interessante, não é mesmo?

Monitorar o status do site pode trazer grandes benefícios para o seu empreendimento e te auxiliar a implementar mudanças que irão proporcionar melhores resultados. Você se interessou pelo tema? Quer saber mais a respeito desse assunto? Não hesite em entrar em contato conosco, nossa equipe de profissionais está disposta a te auxiliar!

201917Jun_Hosts.green_ctablog_v2