Se você está planejando lançar ou aprimorar o website da sua empresa, provavelmente já ouviu falar em SSL. Trata-se de um recurso que possibilita a comunicação segura com seu cliente.

Mas por que você deveria se preocupar em obter essa certificação? A segurança da informação é assunto fundamental  para os negócios digitais e, neste artigo, vamos explicar as razões.

O que é SSL?

SSL é a sigla para “Secure Socket Layer”, um recurso de padrão universal desenvolvido pela Netscape em 1994 para proteger os dados dos clientes e dar autenticidade aos websites.

Com o SSL, os dados enviados pelo cliente são criptografados para transitar entre servidor e navegador. Ou seja, as informações são embaralhadas, impedindo que terceiros tenham acesso a elas.

Vale lembrar que o SSL garante que a transferência de informações seja sigilosa, mas não que as informações permanecerão sob sigilo após o envio.

Para ter certeza sobre o tratamento que o website dará às informações que recebe, o cliente pode verificar sua política de privacidade.

O SSL pelo ponto de vista do cliente

Quando você faz um cadastro ou efetua uma compra on-line, é necessário o envio de informações pessoais, como nome, telefone, endereço, e-mail e, às vezes, dados mais sigilosos, como o número do cartão de crédito ou documentos pessoais.

Imagine que o site em que você entrou não possui SSL. Suas informações correrão risco de sofrer um ataque MITM (Man-in-the-middle). Em outras palavras, elas podem parar em mãos mal-intencionadas.

Se isso acontecer, você não saberá onde seus dados irão parar e qual uso será feito deles, o que te trará preocupações e, provavelmente, algum prejuízo.

Nessa situação, você se sentiria satisfeito com o site acessado? Ainda que o produto ou serviço adquirido através dele seja ótimo, você não o recomendará.

Por outro lado, se o website em questão possuir SSL, esse transtorno não vai existir e você poderá efetuar transações on-line com segurança e confiança na empresa responsável pela página.

O SSL pelo ponto de vista da empresa

Com o certificado SSL, devido ao uso da criptografia, somente o administrador do site e a pessoa que enviou as informações têm acesso aos dados digitados naquela página.

Assim, cria-se um relacionamento propício para a fidelização do cliente e para a perpetuação da confiabilidade da empresa, já que nenhuma outra pessoa poderá utilizar os dados pessoais do internauta.

Por essa razão, com a expansão dos negócios digitais, é fundamental que o site do seu empreendimento adquira a certificação SSL desde o momento de seu lançamento.

Como saber se o website tem o SSL?

Qualquer pessoa pode conferir se os sites que anda acessando possuem o certificado SSL. A verificação é bem simples e pode ser feita em dois passos:

  • Ver quais são as letras que estão no início da URL

Se o site possuir SSL, a URL vai começar com “HTTPS://” ao invés de apenas “HTTP://”. Esta é a sigla para Hiper Text Transfer Protocol, ou, em Português, “Protocolo de Transferência de Hipertexto”. É ele o responsável pelo trânsito de informações entre as redes de computadores.

A letra “S” ao final da sigla significa “secure” (em Português, “seguro”). Ou seja, o website que tem o “HTTPS://” na URL possui um protocolo seguro de circulação de informações.

  • Cadeado na barra de URL

Quando existe um ícone de cadeado na barra de URL, geralmente do lado esquerdo, significa que o website possui SSL. Em casos mais raros, o cadeado pode vir do lado direito ou na parte inferior.

Ao clicar no ícone de cadeado, você obtém informações mais detalhadas como, por exemplo, a validade da certificação.

Ainda que a maioria das pessoas não tenha um conhecimento aprofundado sobre segurança da informação, cada vez mais gente sabe que o cadeado e o “HTTPS://” significam segurança.

Portanto, se seu objetivo é conquistar a confiança dos clientes em potencial, dê a eles a garantia de que precisam para fechar negócio com você.

Outros motivos para adquirir a certificação SSL

É claro que a principal razão para o seu site ter o SSL é a segurança do cliente. Mas, se você quer motivos extras, olhe só:

  • Informações sobre localização dos clientes

Os administradores de websites que possuem SSL podem ter informações sobre a localização dos clientes que o acessam através do Google Chrome.

Levando em consideração que a maioria dos internautas acessa a internet utilizando esse navegador, imagine as vantagens desse recurso quando bem aproveitado.

Obviamente, é preciso que o usuário autorize o envio de sua localização, mas mesmo assim você pode fazer um ótimo uso desta ferramenta, oferecendo uma experiência personalizada, por exemplo.

E se a sua empresa possui lojas físicas, você também pode usar a geolocalização para atrair o cliente para a unidade mais próxima a ele.

  • Melhor ranqueamento

Com o SSL, seu site tem a possibilidade de um melhor ranqueamento nas pesquisas feitas no Google

Há seis anos, o Google percebeu que, além da segurança, as URLs com “HTTPS://” também publicam conteúdos de melhor qualidade. Então, passou a considerar o SSL nas buscas dos usuários.

Nem é preciso citar que o Google é a principal ferramenta de busca na web utilizada no mundo inteiro. Ou seja, o SSL também contribui para SEO do seu website.

O que é TLS?

O TLS (Transport Layer Security) nada mais é que um “parente” do SSL, tratado por alguns especialistas como seu sucessor. Então, quando ouvir falar em TLS, você pode relacioná-lo à segurança da informação, assim como o SSL.

Para concluir

Se você chegou até aqui e entendeu que a certificação SSL não é nenhum bicho de sete cabeças, este artigo cumpriu seu propósito.

Garantir o sigilo dos dados do seu cliente deve ser uma de suas principais preocupações, inclusive para não ter problemas com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entra em vigor ainda em 2020.

E, se a leitura sobre SSL despertou a sua curiosidade, você pode encontrar em nosso blog outros conteúdos sobre Segurança da Informação. Recomendamos o artigo “Segurança da Informação: Por que você deve se preocupar com isso?”. Boa leitura!

Monitore Grátis