Máscara de rede: entenda o que é de forma simples
Segurança Web

Máscara de rede: entenda o que é de forma simples

Abraão Almeida
Abraão Almeida

Existem vários componentes nas conexões de rede que podem passar despercebidos, mas é necessário conhecê-los para evitar que aconteçam erros de configuração. Um desses componentes é a máscara de rede.

A sua principal função é avisar ao roteador que as mensagens têm endereços diferentes, possibilitando que o identificador da rede e do host sejam reconhecidos.

Neste artigo, vamos explicar de forma simples o que é a máscara de rede, qual a sua funcionalidade, como as sub-redes são calculadas e muito mais.

Continue a leitura para entender melhor esse assunto!

Qual é a relação entre endereço IP, endereço de rede e endereço de host?

Antes mesmo de falarmos sobre a máscara de rede, é fundamental que você entenda as diferenças entre endereço IP, endereço de rede e endereço de host, pois esses três conceitos são necessários para que possamos abordar sobre a máscara de rede.

O endereço IP é um dos principais protocolos da internet, sendo responsável por entregar os pacotes de dados pela rede e direcioná-los de acordo com os endereços.

Todos os computadores com acesso à internet contam com um endereço IP para serem identificados. Eles podem ser encontrados nas propriedades de conexão do computador, têm formato decimal e são interpretados pelo equipamento como binários, sendo também separados por quatro pontos. Exemplo de um endereço IP: 191.171.0.50.

Cada parte é chamada de octeto, já que na forma binária apresenta oito números. Somando todos, temos 32 posições e é por isso que os endereços IPs têm 32 bits.

Dito isso, o endereço IPv4, que é o endereço IP versão 4, tem dois componentes: o endereço de rede e de host. O primeiro se encarrega de identificar toda a rede, para que assim todos os hosts da rede tenham a mesma sequência de bits.

Enquanto isso, o endereço de host faz a identificação da conexão a um host específico, então, cada host tem um endereço exclusivo dentro da rede. Isso significa que todo dispositivo final precisa de um endereço que seja só dele para se comunicar na rede.

O que é a máscara de rede?

A máscara de rede tem 32 bits, assim como o endereço IP, tendo como finalidade mascarar uma parte do endereço IP. Sendo assim, todo endereço IP tem uma máscara correspondente, servindo para identificar qual parte do endereço é da rede e qual é a do host.

Existe ainda uma classe de endereçamento para cada máscara de rede. Veja a seguir:

  • Classe de endereçamento A: 255.0.0.0
  • Classe de endereçamento B: 255.255.0.0;
  • Classe de endereçamento C: 255.255.255.0.
Infográfico 8 dicas para melhorar os resultados do seu site

Para exemplificar, vamos supor que o endereço IP 191.171.0.50 tem uma máscara de rede que é 255.255.255.0 (classe C). Nesse caso, a parte correspondente à rede é 191.171.0 e a parte que se refere ao host é 50. Ou seja:

  • Rede: 191.171.0;
  • Host: 50.

Então, com o objetivo de dividir a rede, é possível dividir a máscara, utilizando valores de 0 a 255. Assim, origina-se a máscara de sub-rede, que consegue notificar para o roteador que as mensagens identificadas com emissor e destino apresentam um endereço diferente.

Desse modo, ela é capaz de reconhecer tanto a parte da rede quanto a parte do host, possibilitando, por exemplo, que o roteador entenda quando os pacotes devem ficar na rede e quando devem ser transmitidos para outra.

É importante lembrar que a divisão em sub-rede é um processo que pretende aprimorar a performance, segurança e organização, realizando a divisão de um grande endereço IP em várias redes menores.

Vamos imaginar a seguinte situação: em um único prédio, a empresa tem uma área de RH, Financeiro e Comercial, no qual cada departamento conta com 30 hosts.

A rede de todos os setores começou a ficar lenta demais devido a arquivos densos que são enviados por um setor. Afinal, como é utilizada uma única rede para todos os departamentos, se acontece algo com um, todos os outros serão afetados.

Nesse caso, poderíamos pensar em atribuir endereços para cada setor, não é mesmo? No entanto, essa prática teria como consequência um desperdício de endereços IPs.

Por isso, o ideal seria dividir a rede em partes menores, em que cada uma estaria ligada a um setor específico. Logo, estamos falando de criar sub-redes. Deu para entender a importância desses componentes nas conexões de rede?

Como calcular as máscaras de sub-rede?

Lembra do nosso exemplo de endereço IP e máscara de rede anterior? A cada três dígitos na máscara, temos uma parte do endereço do host, lembrando que cada parte tem oito bits, formando um octeto.

Além disso, cada bit tem um valor no formato decimal para corresponder a sua posição. Outro detalhe que você precisa ter em mente é que, por ser bit, existem apenas o 0, que representa o host, e o 1, que representa a rede.

Dito isso, no exemplo que demos da máscara de sub-rede da classe C, que é 255.255.255.0, temos a representação binária 11111111.11111111.11111111.00000000, em que os três primeiros octetos se referem à rede e o último octeto se refere ao host:

  • Máscara: 255.255.255.0;
  • Binário: 11111111.11111111.11111111.00000000.

Desse modo, todos os oito bits que têm o valor 1 são representados por 255 na forma decimal, enquanto os bits de valor 0 também são 0 no formato decimal.

Resumindo, toda sub-rede é uma rede diferente que precisa se comunicar com as outras a partir de um roteador.

Neste tópico, utilizamos como exemplo uma máscara de sub-rede da classe C, mas a configuração serve para todas as outras classes de endereçamento.

Além disso, outra informação importante é que, em vez de falar sobre a máscara de rede na forma decimal, podemos falar também somente a quantidade de bits que existem nela.

Teste Hosts Green gratuito

Apesar de ser um assunto um tanto complexo para leigos, entender o que é e como funcionam as máscaras de rede é necessário para que você possa evitar erros de configuração. Por isso, quem trabalha com TI não deve ignorá-lo.

Além de conhecer a máscara de rede, por que não se aprofundar no gateway? Saiba mais sobre essa ferramenta no nosso artigo!



Junte-se à conversa.